A força dos gigantes: David e Baby celebram momento dos pesados do Brasil

Com a prata e o bronze na disputa dos pesados do Mundial de judô, David Moura e Rafael Silva reafirmam o país como potência na categoria e preveem duelo sadio por vaga em Tóquio 2020

Os gigantes estão mais acordados do que nunca. E prontos para uma batalha até Tóquio 2020. Neste sábado, em Budapeste, na Hungria, o judô brasileiro mostrou a sua força com David Moura e Rafael Silva, o Baby. Quase perfeitos, os dois pararam apenas na lenda francesa Teddy Riner e ficaram com a prata e o bronze na categoria dos pesados, acima dos 100kg, no Mundial de judô. David, número um do ranking mundial, chegou até a decisão e deu trabalho para o agora nove vezes campeão do mundo. Perdeu apenas no Golden Score, conquistando a prata. Baby, mostrando evolução no seu judô, poderia até ter ido mais longe, mas cruzou com o francês na quarta luta, caiu, e foi para a repescagem, onde se deu bem e conseguiu o bronze.

O resultado é expressivo. Pela primeira vez o judô brasileiro colocou dois atletas no pódio numa mesma categoria em uma mesma edição de Mundial. Competindo por um lugar na Olimpíada de Tóquio 2020, Rafael e David protagonizam uma rivalidade sadia, se respeitam, e quem sai ganhando é o Brasil. Na Rio 2016, o cuiabano Moura perdeu a vaga para Baby, que acabou com o bronze. Agora, no início de um novo ciclo até o Japão, ele saiu na frente, mas fez questão de elogiar o companheiro e oponente.

David Moura e Rafael Silva no pódio. Pela primeira vez o Brasil teve uma dobradinha na mesma categoria (Foto: Paulo Pinto/CBJ)
David Moura e Rafael Silva no pódio. Pela primeira vez o Brasil teve uma dobradinha na mesma categoria (Foto: Paulo Pinto/CBJ)

– Vou revelar aqui que sou muito grato ao Baby. Ele é um monstro. Saber que tem um cara muito duro na minha categoria no Brasil me fez crescer. Ele faz parte dessa medalha de prata minha, porque eu evoluí muito pensando nele. Isso mostra a força da categoria no Brasil, sempre com grandes nomes. Estou muito feliz, porque é a minha primeira grande medalha, o que aumenta a minha capacidade mental de acreditar ainda mais – disse David Moura, que no ciclo anterior, na oportunidade que teve na disputa com Baby, foi ouro no Pan-Americano de Toronto, no Canadá, mostrando que qualquer brecha seria aproveitada.

Hoje atrás, Rafael Silva chegou no Mundial da Hungria com o 18º lugar do ranking mundial. A posição, porém, não diz muito. Teddy Riner, por exemplo, opta apenas pelos grandes campeonatos, tem anos de invencibilidade, mas é apenas o 14º do mundo. Para o paulista, a disputa com David será dura até o último instante e fará ambos evoluírem. O problema aí fica com a Confederação Brasileira de Judô, que só pode levar um para o Japão daqui a três anos.

David Moura caiu apenas na final para Teddy Riner (Foto: Reprodução FIJ)
David Moura caiu apenas na final para Teddy Riner (Foto: Reprodução FIJ)

– É uma rivalidade boa, os dois se puxam até o limite, a querer mais, a querer está melhor que os adversários aqui fora, é bom para o judô. A rivalidade as vezes incomoda um pouco, por ter outro atleta na categoria, mas só traz bons frutos e a prova disso é esse mundial com duas medalhas no pódio. A disputa vai ser grande até chegar 2020, ainda mais por ter outro brasileiro na categoria. Isso mostra a fora do pesado do Brasil, que é grande, e vai ser bom ter essa disputa sadia até o fim do ciclo – garante Baby.

Neste domingo, o Mundial de Budapeste tem o seu último ato. Será disputada pela primeira vez a chave de equipes mistas e o Brasil inscreveu Érika Miranda (57kg), Rafaela Silva (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Marcelo Contini (73kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Victor Penalber (90kg), Eduardo Bettoni (90kg), Rafael Silva (+90kg) e David Moura (+90kg). Como cabeça de chave pelo somatório de pontos de seus atletas no ranking mundial, estreia nas oitavas-de-final e enfrentará o vencedor do duelo entre Polônia e China.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

nove + 6 =

Send this to a friend