Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Falhas não mudam planos de Fernando Prass sobre Palmeiras e seleção brasileira

Publicado

em

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Com três falhas nos três últimos jogos, o goleiro titular do clube usa a experiência para tentar não se abalar e segue fiel ao seus projetos: ainda sonha com a seleção brasileira e também em ter o contrato renovado.

Fernando Prass tem crédito com a exigente torcida do Palmeiras. A mesma torcida que tem na memória as excelentes partidas feitas por Jaílson, titular em boa parte da conquista do Campeonato Brasileiro do ano passado e que ainda não perdeu nenhum jogo defendendo a meta alviverde.

Aos 38 anos, o ídolo tem contrato com o Palmeiras até 31 de dezembro e vive uma fase ruim. Por lei, o goleiro pode firmar um pré-contrato com qualquer outra equipe seis meses antes do fim do acordo. Isso significa que o prazo da preferência do time alviverde está terminando. Para ajudar nas negociações, Fernando Prass fechou contrato com o empresário Giuseppe Dioguardi, velho conhecido dos palmeirenses, principalmente pelas negociações envolvendo o ex-atacante do clube, Kleber, hoje no Coritiba.

Pepinho, apelido do empresário, confirma que a negociação ainda não começou, mas nega preocupação. Prefere não se estender no tema por não falado com a diretoria do clube. Fernando Prass não quer sair. Uma de suas metas é reconquistar um espaço na seleção brasileira, projeto que deve ser adiado por causa da má fase. Mas não desistiu de disputar a Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O Palmeiras iniciou a série de renovações deste meio de temporada com Edu Dracena. O zagueiro, que superou as metas estabelecidas no primeiro contrato firmado, assinou compromisso até o fim de 2018.

BATE-PAPO – Nesta segunda-feira, Fernando Prass teve uma conversa particular com o técnico Cuca, na reapresentação após a derrota para o São Paulo. Não foi um encontro secreto. Antes do início do treinamento, eles caminharam lado a lado, distante do restante do grupo. Após a conversa, foi a vez de todo o elenco ouvir o treinador por um longo tempo.

Desde 2013 no Palmeiras, o goleiro ajudou a levar a equipe de volta à primeira divisão nacional e ganhou dois títulos brasileiros. Em um deles, na final da Copa do Brasil, foi o grande nome. Como gosta de brincar, “roeu o osso” na Série B até aproveitar o “filé” com o Palmeiras, campeão brasileiro e time de maior investimento na temporada.

Seguro e constante, viveu poucos momentos de instabilidade e sempre foi um dos líderes do elenco. É um dos garotos-propaganda que buscam sócios para o programa de fidelidade do clube.

Fernando Prass terá a chance de se redimir nesta quarta-feira. Depois de vencer o jogo de ida por 1 a 0, o Palmeiras avança à próxima fase da Copa do Brasil se empatar com o Internacional, em Porto Alegre. Pode até perder por um gol de diferença desde que marque na casa do rival. Cuca terá de fazer mudanças. O zagueiro Juninho e o lateral-direito Mayke, por exemplo, não podem jogar no torneio de mata-mata.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta