Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Corinthians faz 1 a 0 no Botafogo e se classifica para as semifinais do Paulistão

Publicado

em

Corinthians

Na arena, Rodriguinho decide para o Timão com gol de cabeça no primeiro tempo. Time do interior chega a criar perigo, mas sem força para empatar

Com uma vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo na tarde deste domingo, na arena de Itaquera, o Corinthians se classificou para as semifinais do Campeonato Paulista. O gol decisivo foi marcado por Rodriguinho – em Ribeirão Preto, o jogo de ida tinha terminado 0 a 0.

O resultado deixa o Corinthians muito próximo da segunda melhor campanha do Paulista – o Palmeiras está à frente –, o que garante a vantagem de decidir a vaga na final em Itaquera. O time de Fábio Carille só perde a posição se a Ponte Preta vencer o Santos, nesta segunda-feira, por três ou mais gols de diferença.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em casa, o Corinthians tentou se impor no ataque deste o início do primeiro tempo. Logo com 1 minuto, Jô perdeu um chance, defendida por Neneca. Aos 8, Rodriguinho também ficou na frente do goleiro do Botafogo, mas demorou a se decidir e perdeu a bola.

Mas esse ímpeto ofensivo foi diminuindo, e o time do interior passou a se aproximar da área alvinegra. Aos 22, em cabeçada de Marcão, Cássio teve que espalmar a bola no ângulo. O jogo começava a ficar chato para o Timão, mas a sensação durou pouco: aos 37, após cruzamento de Jadson, Rodriguinho abriu o placar de cabeça.

No segundo tempo, a bola também esteve mais com o Corinthians, mas, sem criar chances de perigo, o risco do empate que levaria a decisão para os pênaltis voltou a rondar a arena. Então, Carrille mexeu na frente: tirou Romero e Rodriguinho, colocou Clayton e Marquinhos Gabriel.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Até o fim, o Timão manteve a vantagem, mas errando muitos passes e chegando sem causar problemas a Neneca. Pedrinho ainda entrou no lugar de Jadson. As três mudanças de Moacir Júnior também não surtiram efeito no Bota, que atacou esporadicamente, sem força para empatar.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *