Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Em clima de festa em treino da seleção, Tite faz selfie com torcedores

Brasília de Fato

Publicado

em

Tite

Cerca de 12 mil pessoas acompanharam atividade. Técnico vê Paraguai como teste importante

São Paulo – A volta ao Brasil deu à seleção brasileira a real dimensão da reconstrução de sua imagem. Neste sábado, no Morumbi, estádio que em outros tempos ficou conhecido pelas duras cobranças ao time, cerca de 12 mil pessoas doaram um quilo de alimento para assistir ao treino. Outras compraram entradas das mãos de cambistas por até R$ 20 nas imediações do estádio. O apoio ao time foi total, assim como a celebração a Neymar e ao técnico Tite.

— É legal ver que as pessoas estão ao nosso lado, vendo que está sendo feito um bom trabalho. Isso passa confiança a todos nós — disse o meia Philippe Coutinho, após o treino.

Se a reconquista da simpatia do público parece etapa vencida, assim como a classificação para a Copa do Mundo, agora a comissão técnica quer ver o time reagir a diferentes situações de jogo, colecionar novas experiências e amadurecer.

O jogo de terça-feira, contra o Paraguai, é visto como uma destas oportunidades. Embora tenha enfrentado situação similar contra a Bolívia, Tite espera enfrentar, novamente, um rival que marque muito atrás e congestione a entrada da área. O que vai exigir paciência do Brasil. A diferença é que, desta vez, a seleção vai enfrentar uma defesa mais qualificada e será mais exigida neste tipo de jogo.

— Vamos ter que controlar a impaciência contra equipes que marcam mais baixo (com a linha defensiva perto de sua própria área) — disse Tite.

O técnico tem valorizado mais as atuações do que os resultados. E quer os jogadores atentos à qualidade do jogo.

— Sempre há coisas a acertar no time. Tite presta muita atenção nos detalhes, posicionamento. O time tem jogado bem e ele frisa muito o desempenho, o merecer vencer — afirmou Coutinho.

Thiago Silva preocupa

Do lado paraguaio estará um velho conhecido do futebol brasileiro: o ex-lateral Francisco Arce jogou sete anos no país, vestindo as camisas de Palmeiras e Grêmio. E o retrospecto indica o contrário em termos defensivos: o time sofreu 12 gols em sete partidas sob o comando do técnico. Com 18 pontos e a dois da zona de classificação via repescagem, os paraguaios vão jogar pontos decisivos na terça.

Uma das preocupações da seleção brasileira é Thiago Silva. Com dores no joelho, o zagueiro deixou a concentração, ontem, para fazer exame. O resultado não foi divulgado, mas o jogador participou do treino no campo. Na folga de sexta-feira, ele ficara no hotel.

Ontem, a boa recepção à seleção teve até a invasão de campo de um menino, que driblou os seguranças. Quando era retirado do campo, ganhou o abraço e alguns minutos da atenção de Neymar. No fim do treino, Tite se aproximou da torcida, tirou fotos e distribuiu autógrafos. Na terça-feira, a Arena Corinthians deverá lotar: 41 mil ingressos estão vendidos.

Fonte: Agência O Globo

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *