Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Segue o drama do Internacional.

Brasília de Fato

Publicado

em

Internacional

Brenner marca duas vezes, mas Passo Fundo arranca empate do Inter aos 48. Colorado sai atrás, vira com dois gols do atacante, mas Eduardo Henrique faz gol contra nos acréscimos do segundo tempo e dá empate em 2 a 2 ao Passo Fundo no Vermelhão da Serra

O Inter rumou ao Norte do Rio Grande do Sul em busca da primeira vitória pelo Gauchão, mas encontrou um Passo Fundo valente no Vermelhão da Serra, neste domingo, pela 4ª rodada. Os donos da casa abriram o placar com Rodolfo Mól e faziam o Colorado sucumbir numa atuação apática. Aí, foi só jogar a bola para Brenner. O centroavante decidiu com dois gols de uma virada anunciada… Até os 48 do segundo tempo, quando Saimon subiu de cabeça, mas quem tocou foi Eduardo Henrique contra o próprio patrimônio. A bola venceu Danilo Fernandes para empatar a partida, num 2 a 2 recheado de emoções.

Com o resultado, o Passo Fundo soma quatro pontos na tabela e é nono colocado no Gauchão. O Inter, por sua vez, chega ao quarto jogo sem vitórias no estadual e ocupa a 10ª posição, com três pontos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O Passo Fundo volta a campo pelo Gauchão para encarar o Juventude no Alfredo Jaconi no próximo sábado, às 19h30, mesmo horário e data da partida entre Inter e Brasil de Pelotas, no Beira-Rio. Antes, porém, o Colorado recebe o Oeste, às 21h45 da próxima quarta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil. Depois, na quinta, a equipe de Antônio Carlos Zago vai ao Heriberto Hülse encarar o Criciúma, às 20h15, pela Primeira Liga.

O Inter de Antônio Carlos Zago entrou com diversas alterações e apostou em Seijas na armação e Brenner e Carlos no comando do ataque. Mas as primeiras chances coloradas vieram somente em chutes de fora da área sem muito perigo. O Passo Fundo baseou seu jogo pelo lado esquerdo. E assim fez o gol, após cobrança de falta de Xaro que Rodolfo Mól completou de cabeça. Em outro lance parecido, mas com a bola em andamento, Xaro colocou na cabeça de Mikael, que, sozinho, mandou por cima. O Colorado nada mais criou.

A etapa final já começou quente com um gol de pênalti de Brenner logo no primeiro minuto. O mesmo centroavante colorado faria também o tento da virada, aos 24. O Passo Fundo não se entregou nem mesmo após a expulsão do próprio Brenner e de Xaro. Foi para cima e, no último lance do jogo, buscou o empate em uma dividida pelo alto entre Saimon e Eduardo Henrique.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *