Raio-X do Candangão: tem filho de Zico, campeão mundial, mas falta de estádio

Dos 12 clubes participantes do Campeonato Candango, que começa hoje, três não são do DF.

Se de 1998 — ano em que as fronteiras foram abertas aos clubes do entorno — a 2012, nenhum time da vizinhança havia chegado à decisão, a realidade mudou nas últimas edições.

Maior potência entre as equipes forasteiras, o Luziânia-GO levou para casa dois títulos, em 2014 e 2016. O time do Entorno também foi vice-campeão em 2012. Para evitar o início de uma dinastia, tem candidato ao título que aposta no filho de Arthur Antunes Coimbra e em um veterano com títulos da Libertadores e do Mundial de Clubes da Fifa no currículo.

No Gama, a aposta é Thiago Coimbra, filho de Zico. O meia tem no currículo uma passagem pelo Flamengo, mas jogou por apenas cinco minutos com a camisa rubro-negra. O veterano Baiano, de 38 anos, capitão do time no último título alviverde, em 2015, é outro reforço. “Voltei pelo projeto do novo presidente (Weber Magalhães), apesar de eu ter ficado um ano fora. Estou feliz por voltar e espero que tenhamos um ano maravilhoso, como em 2015. Estou ansioso para reestrear e encontrar a torcida”, afirmou Baiano.

O Brasiliense investiu em dois nomes de peso para tentar a conquista do nono título. O volante Souza, campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2005 pelo São Paulo, é o talismã da diretoria do Jacaré. Outro jogador com passagem de destaque pelo tricolor paulista, que reforçaria o time, seria Alex Silva. Mas o beque deixou o clube em menos de dois meses rumo ao Jorge Wilstermann, da Bolívia, classificado para a Libertadores.

O Brasília, clube pelo qual Baiano disputou o Candangão de 2016, mudou de dono no fim do ano passado e reformulou o elenco. “Tudo foi mudado, desde a gestão até a comissão técnica e o elenco”, comentou o técnico Christian Ramos. A contratação mais badalada é o atacante brasileiro Marcos Morgón, com passagens por times do Chile, Colômbia e Guatemala. Especula-se que ele teria chamado a atenção do Cruzeiro na derrota colorada por 8 x 2.

O ex-mandatário do Brasília, Luis Felipe Belmonte, assumiu o Real Futebol Clube. O campeão da Série B 2016, ainda com o nome de Dom Pedro, manteve a base do ano passado e contratou jogadores que pertenciam ao Brasília. O atacante Willian, que jogou a Série D 2016 emprestado pelo Colorado ao Ceilândia, é um dos trunfos. “O Dom Pedro tinha uma base boa. Estamos com o grupo focado, fechado e unido”, comenta Willian.

Bicampeão candango e vice em 2016, o Ceilândia contratou bastante para este ano. Gilmar Erê, Maycon Paixão, Walisson, Alcione e Almeida foram alguns dos reforços do Gato Preto. A equipe vai disputar quatro competições ao longo da temporada: Candangão, Copa Verde, Copa do Brasil e Série D. O Luziânia é outro time do Candangão que disputará as mesmas competições.

Sem teto
Só três dos oito estádios do DF têm condições de jogo: Bezerrão, Abadião e Mané Garrincha. Outros três receberão jogos do Candangão. Os goianos Formosa e Luziânia mandarão partidas no Diogão e no Serra do Lago, respectivamente. Em Minas, o Paracatu joga no Frei Norberto.

Augustinho Lima, Serejão, JK, Rorizão e Cave não têm condições de jogo. O gramado do Augustinho Lima vai ser trocado. A previsão da Novacap é que esteja pronto em abril.  Terceiro maior estádio do DF, o Serejão terá a grama replantada. Quando estiver pronto, só o setor de cadeiras será aberto por questão de segurança. O campo do JK, no Paranoá, e o Rorizão, em Samambaia, também serão reformados.

O Cave recebeu R$ 6 milhões de recursos do governo federal para obras que não ficaram prontas para a Copa, Rio-2016 e muito menos para o Candangão.
*Estagiários sob a supervisão de  Braitner Moreira e Marcos Paulo Lima

R$ 6 milhões
Valor repassado pelo Governo Federal para obras no Cave. Estádio não ficou pronto para Copa do Mundo, para a Rio-2016 nem para o Candangão

1ª Rodada
Hoje
Ceilândia x Real
16h – Abadião
Luziânia x Paranoá
16h – Serra do Lago

Amanhã
Brasília x Sobradinho
11h – Mané Garrincha
Paracatu x Santa Maria
16h – Frei Norberto
Brasiliense x Formosa
16h – Abadião
Gama x Taguatinga
16h – Bezerrão

Brasília
» O Colorado será comandado por Christian Ramos, treinador do Santa Maria em 2016. Os principais reforços são o meia Igor Kopke, com passagens pelas categorias de base de Fluminense e Flamengo, e Darlan, que jogou pelo Vasco em 2015. Em 2016, o avião do cerrado foi eliminado pelo vice-campeão, Ceilândia, nas quartas de final.
Títulos: 8

Time base: Railson; Eli, Sadan, Lucas Alves, Eltinho; Adenisio, Matheus Carneiro, Igor Kopke; Yuri,
Braitini e Morgón.
Técnico: Christian Ramos

Brasiliense
» Buscou reforços no Ceilândia. O zagueiro Wallace e os laterais Mário Henrique e Gabriel deixaram o Gato Preto para jogar de amarelo. O time continua comandado por Luís Carlos Souza. A equipe do senador cassado, Luiz Estevão, perdeu o zagueiro Alex Silva para o Jorge Wilstermann, da Bolívia, que vai disputar a Libertadores.
Títulos: 8

Time base: Edmar Sucuri; Patrick, Mário Henrique, Vitão, Preto Costa; Lucas Garcia, Aldo, Peninha, Malaquias; Nunes e Souza.
Técnico: Luís Carlos Souza

Ceilândia
» O time que chegou às oitavas de final da Série D em 2016 mudou muito. Nomes de destaque como os atacantes Gilvan e Willian, artilheiros da equipe na quarta divisão com 5 gols cada, deixaram o clube. Chegaram o atacante Maycon Paixão, o meia Allanzinho e os volantes
Alcione e David — os três últimos vindos do Luziânia.
Títulos: 2

Time base: Pedro; Dudu, Badhuga, Walisson e Elivelto; Didão, Alcione, Emerson Martins e Allanzinho; Maycon Paixão e Gilmar Erê.
Técnico: Adelson de Almeida

Formosa-GO
» A equipe do interior goiano reformulou toda a diretoria para 2017. Décimo no Candangão passado, a Pantera Negra — nova mascote — buscou atletas jovens e de outras praças esportivas e espera beliscar uma vaga no mata-mata. O principal destaque do time treinado por Carlos Nunes é o meia Diogo Capela, 30, que veio do Campinense-PB.
Título: não tem

Time base: Anderson Brum; Daniel Marques, Mário Paiva, Edson Pacujá e Mandagua; Dadinho, Dadá, Ratinho e Diogo Capela; Michel Paulista e Robinho
Técnico: Carlos Nunes

Gama
» O maior vencedor do Candangão foi eliminado pelo Luziânia na semi de 2016. O alviverde contratou o atacante Potita, ex-Bahia, Chapecoense e Remo, e Alvinho, ex-ABC-RN. O zagueiro Rodrigo Bronzatti é outra novidade. O zagueiro Pedrão, o lateral Dudu Gago, o meia Michel Pires e o goleiro Maringá são remanescentes de 2016.
Títulos: 11

Time base: Maringá; Dudu Gago, Pedrão, Rodrigo Bronzatti e Kaká; Eduardo, Éverton César, Baiano e Potita; Paulinho Fernandes e Roberto Pitio
Técnico: Reinaldo Gueldini

Luziânia-GO
» O atacante Laércio, conhecido dos torcedores brasilienses, vai defender o Luziânia em 2017. O “Neymarzinho do Cerrado” é outro reforço: trata-se do atacante Willaime, vindo do Palmas-TO. O goleiro Dida, os zagueiros Peri e Rodrigo Barros e o atacante Tatuí são remanescentes do título de 2016. O técnico é o mesmo: Ricardo Antônio.
Títulos: 2

Time base: Dida; Peri, Rodrigo Barros, Amaral e Mailson; Thiago Mariano, Pablo e Almir; Tatuí, Dan e Laércio.
Técnico: Ricardo Antônio

Paracatu-MG
» Entre os principais reforços estão o volante Renato, de 18 anos,  com passagens por Fluminense e Espanyol, da Espanha. Outro “europeu” é Ademir. O meia-atacante de 24 anos atuou por três anos no Benfica, de Portugal. Também chegaram o zagueiro Breno, da
Ponte Preta, e o volante Renato, o lateral-esquerdo Paulinho, ex-Avaí.
Título: não tem

Time base: Jordan; Flávio, Humberto, Breno e Magner; Augusto, Caio, Alisson e Ademir; Anderson Oliveira e Daniel Trajano
Técnico: Antônio Carlos Buião

Paranoá
» A Cobra Sucuri está de volta à elite candanga depois de 10 anos. Foi vice da segunda divisão em 2016. O clube fechou parceria com uma universidade privada e usará o elenco da instituição. A equipe do técnico Rol Faúla aposta em jovens como André Bassi, meia de 23 anos, e nos atacantes Wisman e Felipe, ambos também com 23 anos.
Título: não tem

Time base: Rhuan; Guto, Grafite e Zumba; Gleison; Acácio, Igor, Paulo, Felipe e Dedé; Wisman
Técnico: Rol Faúla

Real
» Até o ano passado, chamava-se Dom Pedro. Foi campeão da segunda divisão de 2016 — venceu o Paranoá na final. Após o campeonato, o time foi adquirido por Luis Felipe Belmonte e mudou de nome. Parte da equipe veio do Brasília. Os destaques são o atacante Willian, artilheiro do Ceilândia na Série D 2016, e o volante Pedro Ayub.
Título: não tem

Time base: Léo Rodrigues; Dedê, André, Vítor Hugo e Renan; Pedro Ayub, Gláuber, Willian e Santos;
Léo Santos e Giba
Técnico: Gauchinho

Santa Maria
» Sexto colocado na primeira fase do ano passado, foi eliminado pelo Gama nas quartas de final. O principal reforço é o atacante Fábio Silva, que já atuou pelo Gama e tem passagens por Botafogo-PB e Central-PE. O meia Marlos, o goleiro David Brasil, o lateral-esquerdo Samir e o zagueiro Everton são outros jogadores que chegaram ao time.
Título: não tem

Time base: David Brasil; Douglas, Everton e Dedê, Samir; Erisson, Gleicinho e Marlos; Léo Veloso, Fábio Silva e Romário
Técnico: Jairo Araújo

Sobradinho
» Túlio Guerreiro, ex-volante que jogou por Goiás, Botafogo e Corinthians, é o novo presidente do time e resolveu apostar em jogadores jovens para quebrar o jejum de mais de três décadas — o time não vence o Candangão desde o bicampeonato em 1985 e 1986. Sem o Augustinho Lima, que está em reforma, pretende mandar jogos no Mané.
Títulos: 2

Time base: Léo; Andrezinho, Baiano, Leonardo Torres e China; Thiago Bispo, Ranyelle, Helinho e Gago; Betinho e João de Deus
Técnico: Augusto César

Taguatinga
» Não se classificou para as quartas de final de 2016. Neste ano, aposta no trabalho do técnico Davi Lima. Ronaldo, Bruno, Jesiel, Almeida e Kássio são algumas caras novas no elenco. Davi Lima conta com o jogador mais novo do Candangão. O meia Pedrinho tem apenas 15 anos e só pode treinar até atingir a idade mínima, em 27 de fevereiro.
Título: não tem

Time base: Abraão; Ronaldo, Bruno, Jesiel, Stefan; Vítor Aredo, Murilo, David e Schimaltz; Emerson e Kássio
Técnico: Davi Lima

 

Correio Braziliense

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezoito − dezessete =

Send this to a friend