Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Padrasto e técnico de Gabriel Medina, Charles Saldanha é suspenso pela WSL

Avatar

Publicado

em

Treinador se envolveu em polêmica com a entidade durante a etapa de Portugal, em outubro; no site oficial, World Surf League garante que treinador pediu desculpas e só volta em abril

Gabriel Medina irá começar o Mundial de Surfe em 2017 sem as dicas do seu técnico e padrasto Charles Saldanha. A World Surf League (WSL) anunciou no último domingo, 19, que o treinador está suspenso pela entidade por conta de uma confusão ocorrida na etapa de Peniche, em Portugal, em outubro do ano passado.

Na ocasião, Charles teria discutido com a comissão técnica da etapa portuguesa. Por decisão da WSL, ele fica fora até abril, não participando portanto da perna australiana da temporada.

O anúncio foi feito no site oficial da entidade e já valia desde outubro do ano passado. Desta forma, Charles não terá acesso ao palanque das primeiras etapas em Gold Coast, Margaret River e Bells Beach. A WSL ainda declarou que Charles teria pedido desculpas pelo que aconteceu e garantido que ajudaria os oficiais a esclarecerem realmente o que teria acontecido, além de garantir que não repetiria o ato.

– Lamento pelas minhas atitudes em Portugal no último mês de outubro. Esse não é o tipo de pessoa que me esforço para ser e não reflete os valores da minha família. Era parte intensa da temporada e eu respondi mal a isso. Quero pedir desculpas à WSL, aos funcionários e apoiadores dessa comunidade. Este esporte deu tudo à minha família e continua a oferecer uma plataforma para os melhores surfistas do mundo. Boa sorte a todos nesta temporada – disse Charles em comunicado da WSL.

A temporada começa em 14 de março, em Gold Coast, na Austrália.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *