Defesa erra no início, Vasco para na retranca e perde para o Volta Redonda

Vasco

Linha de impedimento não funciona e David Batista faz o gol da vitória do Voltaço aos três minutos de jogo; Vasco ainda depende apenas de si para ir às semifinais

Um erro da defesa no primeiro lance do jogo custou ao Vasco a derrota para o Volta Redonda por 1 a 0, na noite deste domingo, no fechamento da penúltima rodada da Taça Guanabara. O time mostrou muita vontade e pressionou o adversário durante todo o restante de partida, mas parou na retranca e vai precisar de um bom resultado no último jogo para ir às semifinais.

O gol único foi marcado pelo atacante David Batista. A linha de impedimento da defesa do Vasco não funcionou e o atacante do Voltaço cabeceou sozinho no canto de Martín Silva, logo aos três minutos de jogo. O Vasco criou boas chances, principalmente nas jogadas de Kelvin e Gilberto, que funcionaram bem pela direita, mas um esquema defensivo bem organizado garantiu ao Voltaço os primeiros três pontos no Campeonato Carioca. O jogo também marcou a estreia de Wagner. Cristóvão mandou o meia a campo no segundo tempo, mas, sem ritmo de jogo, pouco ajudou os companheiros.

O resultado fez o Volta Redonda chegar aos mesmos seis pontos do Vasco, mas fica atrás por ter uma vitória a menos. O time comandado por Cristóvão Borges continua na zona de classificação e dependerá apenas das próprias forças na última rodada.

Os jogos da decisiva rodada do grupo C serão na próximo sábado, todos começando às 17h. O Vasco vai receber a Portuguesa, em São Januário, e precisa apenas de uma vitória para se garantir nas semifinais. O Volta Redonda terá pela frente o Fluminense, fora de casa — já classificado em 1º lugar na chave, o Fluminense anunciou que usará um time misto.

VASCO ERRA E MOSTRA MUITA LUTA

Quem chegou um pouquinho atrasado no Raulino de Oliveira perdeu o principal lance desta noite. Logo aos três minutos de jogo, após cobrança de falta cruzada na área, a linha de impedimento do Vasco falhou e David Batista cabeceou sozinho no canto de Martín Silva. O gol no início fez o Voltaço recuar aos poucos, e o time comandado pelo técnico Cairo Lima passou a marcar com todos os jogadores atrás da linha da bola, apostando no erro do adversário.

E foi aí que o Vasco cresceu. Kelvin e Gilberto criaram boas oportunidades pelo lado direito do ataque e encheram os olhos da torcida bonitas trocas de passe. Em uma delas, Kelvin cruzou de trivela, Muriqui bateu forte e a bola explodiu em cima da zaga do Voltaço. Guilherme também apareceu bem em jogadas individuais, mas faltou pontaria. Foi o capitão Rodrigo que arrancou o “uuuh” da torcida, soltando uma bomba em cobrança de falta de muito longe, que raspou a trave.

Volta Redonda x Vasco (Foto: Fred Huber)
Volta Redonda x Vasco (Foto: Fred Huber)

ATAQUE CONTRA DEFESA, QUASE COMO HANDEBOL

No segundo tempo, o panorama da partida continuou sendo o mesmo. O Vasco seguiu tomando a iniciativa do jogo e trocava passes com paciência. Chegou a ter um arco de jogadores em torno da área, como acontece no handebol, em uma clara mostra do que seria o jogo até o fim: ataque contra defesa. Cristívão mexeu no time e promoveu a estreia de Wagner. O meia tentou chamar a responsabilidade, mas ainda não está no ritmo de jogo ideal e pouco ajudou.

Continuaram sendo da molecada as principais jogadas de ataque do Vasco. Kelvin infernizava a defesa pelas pontas, e Guilherme tentava penetrações pelo meio. Além, claro, dos lances de bola parada de Nenê. A torcida chegou a gritar gol em uma cobrança de falta do camisa 10, mas a bola balançou as redes pelo lado de fora. No fim, cansado e preso na retranca de um Volta Redonda bem postado em campo, o Vasco passou aceitar a marcação e chegar com menos perigo, até o apito do árbitro que encerrou a partida no Raulino de Oliveira.

Kelvin em jogada individual no meio de marcadores do Voltaço (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)
Kelvin em jogada individual no meio de marcadores do Voltaço (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezoito − oito =

Mais lidas

Send this to a friend