Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Classificado, Mano avalia novo formato da Copa do Brasil: “Muito perigoso”

Avatar

Publicado

em

Cruzeiro vence Volta Redonda por 2 a 1 e avança à próxima fase; treinador da Raposa
diz que regulamento fez com que time carioca fosse para o tudo ou nada no 2º tempo

Poderia ter sido mais tranquilo, o Cruzeiro abriu 2 a 0 no placar contra o Volta Redonda, mas levou um gol graças à ousadia do time carioca que, jogando em casa, e ciente da necessidade de vencer para avançar – já que não haveria jogo de volta – acabou fazendo com que a partida ganhasse mais emoção do que devia. Assim foi a análise do técnico Mano Menezes sobre o duelo desta quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, que terminou com triunfo da Raposa por 2 a 1 (veja os lances no vídeo acima) e classificação para a segunda fase da competição. O adversário será o São Francisco-PA.

Mano Menezes Cruzeiro (Foto: Rudy Trindade/Light Press)

Mano Menezes Cruzeiro (Foto: Rudy Trindade/Light Press)

– Não tendo o segundo jogo, você poder arriscar muito como o Volta Redonda arriscou, deixando o jogo compartilhado. O jogo ficou muito aberto, lá e cá. O Primeiro tempo foi mais jogado, mais estudado. Ninguém vencia aqui desde abril do ano passado,. E se uma equipe mantém uma invencibilidade por tanto tempo, é porque ela tem qualidade. E o Cruzeiro teve méritos de vir aqui e vencer essa equipe, e conseguir a sexta vitória seguida. Se continuarmos criando desse jeito, podemos conseguir mais vitórias na sequência.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Após um pouco de emoção na segunda etapa em Volta Redonda, Mano Menezes avaliou o que achou desse formato novo na primeira fase da Copa do Brasil, com jogo único e os visitantes com a vantagem do empate para se classificar.

– Achei muito perigoso. Cria uma situação que aconteceu no segundo tempo. Não foi um jogo normal. O adversário, que não tem o que perder, fez duas mudanças no intervalo, colocou um meia e um atacante. Se tivesse a possibilidade do segundo jogo, certamente o Cairo não iria arriscar tanto no jogo de ida, já que teríamos o jogo de volta.

Veja outros temas abordados por Mano Menezes na entrevista coletiva:

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Volta Redonda não perdia em casa desde abril de 2016

– É sinal de mérito, e soubemos bater essa equipe aqui. Tivemos mais fatores positivos do que negativos. Os negativos vamos resolver em casa, onde é lugar de resolver isso. Positivos, a sexta vitória, a classificação na Copa do Brasil, onde o regulamento torna o jogo tenso. O campo atrapalhou um pouco, a bola estava muito viva, mas tivemos uma capacidade de criação muito boa. Vamos nessa miniexcursão com seis pontos na bagagem (vitórias sobre Tupi e Volta Redonda), e voltamos ao Campeonato Mineiro contra a URT em Patos de Minas, no sábado.

Levantou e sentou muito no começo do jogo. O que houve?

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

– Esse é o papel do técnico. Se as coisas não estão bem ajustadas, temos que chamar a atenção. Quase sofremos o gol em uma bola rebatida, porque não estávamos atentos. Ficamos olhando, a bola espirrou e sobrou. Se a gente toma o gol num jogo desses, a coisa fica mais dramática. O papel do técnico é esse. Mas os jogadores estão sabendo resolver as coisas no jogo.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *