HomeEsporteVictor Ferraz vê necessidade do Santos ganhar um título maior que o Paulistão

Victor Ferraz vê necessidade do Santos ganhar um título maior que o Paulistão

Este é um desejo do lateral-direito, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira no CT Rei Pelé, em Santos. De 2012 – quando conquistou o título da Recopa Sul-Americana – para cá, o Santos conquistou três títulos, todos do Campeonato Paulista. Para a temporada de 2017, […]
SP - PAULISTÃO/SANTOS X AUDAX - ESPORTES - Ricardo Oliveira, capitão do Santos, ergue a taça do Campeonato Paulista 2016 após a vitória por 1 a 0 diante do Audax, no Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos, neste domingo (18). 08/05/2016 - Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CONTEÚDO

Victor Ferraz vê necessidade do Santos ganhar um título maior que o Paulistão

Este é um desejo do lateral-direito, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira no CT Rei Pelé, em Santos.

De 2012 – quando conquistou o título da Recopa Sul-Americana – para cá, o Santos conquistou três títulos, todos do Campeonato Paulista. Para a temporada de 2017, jogadores, comissão técnica e torcedores esperam mais do time e querem um título maior que o Paulistão.

“Vejo nosso time mais encorpado. Essa geração precisa ganhar um título maior. Queremos ganhar o Paulista, mas sabemos da responsabilidade. Não é pressão a mais, pressão é grande sempre. Vamos fazer de tudo para ganhar o Paulista e mais alguma coisa”, explicou o jogador. Neste intervalo de cinco anos, o Santos foi vice da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro de 2016 – em ambas atrás do rival Palmeiras.

De volta à disputa da Copa Libertadores após quatro anos, o Santos não esconde que o maior objetivo da equipe em 2017 é a conquista da competição continental – a última foi em 2011. E para buscar a quarta taça do torneio, a diretoria investiu pesado na montagem do elenco. Além de segurar seus principais jogadores, gastou R$ 24 milhões para trazer os atacantes Bruno Henrique, Kayke e Vladimir Hernández, o zagueiro Cleber, o volante Leandro Donizete e o lateral-direito Matheus Ribeiro.

Outro que participou da entrevista coletiva foi o volante Yuri, que concordou com Victor Ferraz. “Eu concordo com o que o Victor falou. Nosso time está mais encorpado. Nenhum titular saiu, isso é importante para este ano de 2017”, disse o atleta, que também falou sobre ser improvisado como zagueiro. “Sempre deixei bem claro que tanto de volante quanto de zagueiro é bem tranquilo. São funções que eu já vinha fazendo desde o Audax e agora, mais de zagueiro, o Dorival (Júnior, técnico) está usando essa temporada para treinar bastante. Está sendo muito bom”, completou.

Antes da estreia oficial na temporada – no dia 3 de fevereiro contra o Linense, em Santos, pelo Campeonato Paulista -, o Santos fará um amistoso internacional neste sábado contra o Kenitra, do Marrocos, às 18h30, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

IstoÉ

Send this to a friend