Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Miesha Tate: Amanda Nunes é a que “bate mais forte” na divisão dos galos

Avatar

Publicado

em

Se tem alguém que pode falar com propriedade sobre como é ter pela frente, dentro do octógono, Amanda Nunes e Ronda Rousey esta é Miesha Tate.

Por Combate.com

Las Vegas, EUA

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A “Cupcake” perdeu para a americana e depois foi derrotada ao defender seu cinturão dos galos diante da brasileira, hoje dona do título. Após o massacre da “Leoa” contra Ronda no UFC 207, no último dia 30, a agora comentarista do canal “Fox Sports” lembrou que já havia avisado da força de Amanda Nunes.

– Eu disse a vocês que ela é a mulher que mais bate na divisão (do peso-galo).

Aposentada logo depois de derrota para Raquel Pennington no UFC 205, Miesha Tate se disse primeiro impressionada com a concentração da ex-campeã ao vê-la subir ao cage em Las Vegas.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

– Ronda parecia tão pronta! Isso foi a primeira coisa que vi nela. Pensei: “Cara, essa é a Ronda mais concentrada que já vimos”. Eu pensei: “Ela vai entrar lá e ela vai fazer isso (vencer)”. Originalmente, falei da (vitória da) Amanda obviamente por estar despedaçada com todo o conflito (que teve com a brasileira).

Miesha ainda ressaltou que o primeiro jab imposto por Amanda a Ronda foi que determinou o restante da luta. A americana sentiu o golpe e a brasileira soube controlar o restante da luta, sem se afobar, como apontou a agora comentarista.

– Ela (Amanda) a marcou, ela a machucou com aquele primeiro jab. Isso foi o que configurou (a luta), aquele primeiro jab. Ela a balançou. Ela colocou outro jab para cima. Ela foi no seu tempo – ela não perseguiu em excesso -, usou sua distância. E ficou na ponta de seus socos, manteve Ronda onde ela precisava.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *