Siga o Jornal de Brasília

Esporte

John Lineker vence guerra contra Dodson e pede para encarar campeão

Avatar

Publicado

em

Confronto teve diversos momentos de trocação franca, e brasileiro triunfa por decisão dividida no combate principal do “UFC: Lineker x Dodson”, em Portland (EUA)

Por Combate.com

Portland, EUA

Era esperado que John Lineker e John Dodson fizessem uma grande luta e a dupla cumpriu o que se esperava na luta principal do “UFC: Lineker x Dodson“, neste sábado, em Portland (EUA). O brasileiro venceu por decisão dividida (48-47, 47-48 e 48-47) em um confronto marcado por diversos momentos de trocação franca e golpes duros dos dois lados. Com o triunfo, quarto seguido no peso-galo (até 61kg), o “Mãos de Pedra” pediu para enfrentar o campeão Dominick Cruz em seu próximo compromisso.

– Sou lutador, enfrento quem o UFC quiser, estou aqui. Quero o Dominick Cruz. Mereço isso. Venho de quatro vitórias seguidas no peso-galo. Não tem para onde ele correr. Estou aqui – afirmou, após o anúncio de sua vitória.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Lineker soltou logo de cara dois bons chutes e um gancho na linha de cintura. Dodson apenas circulava, respeitando o peso da mão do rival. Ele recebeu um cruzado, mas respondeu com chute no corpo. O americano soltou um chute, mas recebeu um direto por cima. Lineker tentava encurralar, mas recebeu um chute alto na cabeça. Ele marcou o tempo, tentou derrubar, mas não conseguiu. O brasileiro foi para cima no minuto final, combinou chute no corpo e dois cruzados certeiros. Dodson bloqueou um chute e desequilibrou o adversário, que voltou a ficar de pé em seguida. Lineker ainda tentou uma joelhada voadora e dois cruzados antes do cronômetro zerar.

O brasileiro voltou com dificuldades de entrar no raio de ação de Dodson, que se movimentava com muita velocidade e deixava golpes no rosto do rival. Lineker seguia caminhando para a frente, mas levava contragolpes. Ele pareceu se incomodar e parou no meio do octógono chamando o adversário para a luta. Dodson fez o mesmo, e o brasileiro debochou dizendo que ele estava correndo. Pouco depois, Lineker foi atingido na região genital e precisou de tempo para se recuperar. Na volta, Dodson foi para cima, mas o brasileiro acertou bons socos. O americano foi para a trocação franca em dois momentos e ambos conectaram. Dodson voltou a circular e trabalhar os contragolpes, enquanto Lineker o caçava. Na reta final, o brasileiro voltou a acertar alguns socos.

John Lineker x John Dodson UFC Portland (Foto: Getty Images)John Lineker levou a melhor por decisão dividida (Foto: Getty Images)

Lineker passou a acertar mais golpes e seguiu em busca do rival. Em outro momento de trocação franca, do jeito que ele gosta, acertou bons cruzados, mas também foi atingido no rosto. Ambos absorveram bem. O brasileiro conseguia encurtar com mais facilidade, parecendo ter mapeado a movimentação do rival. Uma direita balançou Dodson, que já não sorria mais como antes. O americano conectou uma canelada na cabeça de Lineker, que resistiu e voltou a acertar golpes pesados, como um direto de direita. Àquela altura, o americano já pensava em derrubar, mas Lineker se defendeu bem.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Os chutes frontais foram as primeiras armas que Dodson apresentou no quarto round, mas Lineker conseguiu encurtar e desferiu seus cruzados outra vez. O americano conseguiu contragolpear com cruzado e direto em uma aproximação do rival, mas o brasileiro tem o queixo duro e aguenta bem. Nas trocas francas, Lineker levava vantagem. Dodson tentou uma queda após um cruzado no vazio, mas foi defendida. O brasileiro partia para cima com tudo e forçava o oponente a correr. Uma série de ganchos na linha de cintura fez o americano se encolher e receber mais golpes na cabeça. Outro gancho no corpo fez Dodson sentir.

Apesar de andar para trás, Dodson acertou bons contragolpes no começo do round derradeiro, mas Lineker, sempre que se aproximava, deixava algumas bombas na cabeça e no corpo do rival. O brasileiro voltou a ter dificuldades para conectar e recebeu alguns socos de encontro enquanto perseguia o americano. Em outra trocação franca, Lineker acertou cruzados duros, mas balançou com um cruzado de esquerda de seu oponente. Com menos de um minuto para acabar, Dodson dominou as costas do brasileiro, mas nada fez.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *