Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Com quatro gols, Cristiano Ronaldo comanda atropelo de Portugal sobre a frágil Andorra

Avatar

Publicado

em

De volta à seleção após a conquista da Euro, craque brilha e conduz equipe à primeira vitória nas eliminatórias. Com dois homens a mais, portugueses finalizam 39 vezes em jogo de um time só

Mais do que fazer o dever de casa, Portugal aproveitou a volta de seu maior craque para fazer saldo e, diante de um adversário inofensivo que terminou o jogo com dois a menos, não decepcionou. Em seu primeiro compromisso pela seleção desde a conquista da Eurocopa, Cristiano Ronaldo fez quatro gols (algo inédito em seus 134 jogos pela equipe lusa) e liderou a goleada por 6 a 0 sobre Andorra, nesta sexta-feira, em Aveiro, pela segunda rodada das eliminatórias. João Cancelo e André Silva completaram o placar.

Derrotado na estreia, Portugal termina a segunda rodada apenas na terceira colocação do Grupo B com três pontos – a Suíça lidera com seis. Na próxima segunda, os campeões europeus tentarão entrar na zona de classificação em visita às Ilhas Faroe, que ocupam a segunda colocação (com quatro). Apenas o líder de cada chave avança diretamente ao Mundial, enquanto os respectivos vices disputam uma repescagem no sistema mata-mata em jogos de ida e volta para decidir as outras quatro vagas do Velho Continente.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

PRIMEIRO TEMPO

Com três minutos de jogo, Portugal já vencia por 2 a 0 com dois gols de Cristiano Ronaldo. Primeiro, o craque aproveitou rebote do goleiro para mandar para o fundo das redes. Na sequência, o melhor jogador do mundo aproveitou cruzamento de Quaresma para ampliar de cabeça. O domínio seguiu no decorrer da primeira etapa, mas a eficiência diminuiu, e só mais um gol saiu até o intervalo. João Cancelo, aos 43, em chute quase sem ângulo, fez o terceiro.

SEGUNDO TEMPO

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Se o primeiro tempo ocorreu sem maiores problemas, o segundo foi ainda mais fácil. Andorra teve dois jogadores expulsos (Jordi Gómez, aos 15, e Marc Rebés, aos 24), e Portugal dobrou o resultado. Cristiano Ronaldo fez mais dois, em chutes precisos, e viu André Silva fechar a conta aos 40 minutos. Goleada mais do que justa.

 

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *