Sem esforço, Mickey Gall finaliza CM Punk no primeiro round no UFC 203

Americano sobra, bate estrela do WWE e pede Sage Northcutt: “Não é nada de mais”

CM Punk durou 2m14s no octógono mais famoso do mundo. Estreante no MMA, a astro do WWE foi “atropelado” pelo jovem Mickey Gall, e acabou finalizado ainda no primeiro round.

Grande estrela nos Estados Unidos, CM Punk largou o WWE (evento de lutas coreografadas onde era campeão) para realizar o sonho de lutar MMA. E a felicidade do americano estava nítida na caminhada até o octógono: CM Punk tentava, mas não conseguia manter a feição séria. Quando entrou no octógono, contudo, a felicidade deu lugar ao nervosismo.

CM Punk, UFC 203, MMA (Foto: Getty Images)O rosto e a orelha de CM Punk feridos após a luta, e a expressão de decepção com a derrota (Foto: Getty Images)

Ansioso, CM Punk foi para cima com tudo, e logo tomou um double-leg e foi quedado. Mickey Gall soltou poderosos socos no ground and pound, mas muitos deles passaram no vazio. O campeão de telecatch tentou se proteger o máximo possível, mas o abismo técnico entre ele e Gall era muito claro. Mickey conseguiu pegar as costas e, sem muito esforço, encaixou um mata-leão e finalizou o duelo.

– Foi muito louco. Ele é uma grande oportunidade. Eu vejo muito ódio por ele nas redes sociais. Vamos amar mais, dane-se o ódio (…) Agora eu quero pegar o Sage Northcutt, eu acho que esse cara não é nada de mais. Como eu disse ao Dana, eu quero uma guerra – disse Gall em entrevista ainda no octógono.

Ainda tentando se recompor da surra sofrida para Gall, CM Punk disse que fará mais lutas de MMA e que se divertiu muito no cage.

– Na vida, ou você tenta algo grande, ou vai para casa. É uma grande montanha a que eu estou tentando escalar, mas isso não significa que eu vou desistir. O Mickey é um grande lutador também. E eu vou voltar, acredite ou não. Nunca me diverti tanto na minha vida, isso só fica atrás do dia em que me casei com minha mulher – comentou CM Punk sobre a derrota.

rivera confirma boa fama e derrota faber

Jimmie Rivera mostrou que é realidade no UFC ao provocar a primeira derrota de Urijah Faber nos galos sem ser em uma disputa de cinturão, vencendo-o por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27). Com impressionantes 19 vitórias e apenas uma derrota no cartel, Jimmie Rivera é um dos lutadores mais perigosos da divisão. Ciente disso, Faber parecia mais cauteloso do que o normal. O “Garoto da Califórnia” preferiu manter a distância e não se arriscar tanto no primeiro round. Rivera teve ligeira superioridade, já que acertou mais contragolpes.

Jimmie Rivera, Urijah Faber, UFC 203, MMA (Foto: Getty Images)Jimmie Rivera acerta um cruzado de direita em Urijah Faber no UFC 203 (Foto: Getty Images)

No segundo assalto a luta seguiu na trocação, mas com pouca efetividade de ambos os lados. Os chutes baixos de Rivera foram os golpes mais contundentes da parcial. Em um deles, Faber chegou a ir ao solo. No intervalo entre rounds, Urijah andou mancando até o banquinho, mostrando que os golpes nas pernas de Jimmie haviam surtido efeito.

Rivera descobriu o “caminho das pedras”, e seguiu investindo nos chutes baixos no terceiro assalto. Faber tentava acertá-lo com socos, mas não tinha sucesso e ainda era atingido nos contra-golpes. Urijah ainda acertou um dedo no olho do oponente, que o deixou sem enxergar direito até o final, mas isso não foi o suficiente para tirar a vitória de Jimmie.

Confira os resultados completos do UFC 203:

UFC 203
10 de setembro, em Cleveland (EUA)
CARD PRINCIPAL
Stipe Miocic venceu Alistair Overeem por nocaute técnico aos 4m27s do R1
Fabricio Werdum venceu Travis Browne por decisão unânime (29-28, 29-27, 30-27)
Mickey Gall venceu CM Punk por finalização aos 2m14s do R1
Jimmie Rivera venceu Urijah Faber por decisão unânime (triplo 30-27)
Jéssica Bate-Estaca venceu Joanne Calderwood por finalização aos 4m18s do R1
CARD PRELIMINAR
Bethe Correia venceu Jessica Eye por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Brad Tavares venceu Caio Monstro por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-27)
Nik Lentz venceu Michael McBride por nocaute técnico aos 4m17s do R2
Drew Dober venceu Jason Gonzalez por nocaute técnico a 1m45s do R1
Yancy Medeiros venceu Sean Spencer por finalização aos 49s do R2

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

17 + dezesseis =

Send this to a friend