Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Roger Machado pede demissão e não é mais técnico do Grêmio

Avatar

Publicado

em

O técnico Roger Machado não suportou o sexto jogo sem vencer no Brasileirão e pediu demissão do comando do Grêmio após a derrota por 3×0 para a Ponte Preta, em Campinas, nesta quinta-feira. Cerca de 50 minutos após a partida, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr comunicou o pedido de demissão do treinador e informou aos jornalistas presentes no Moisés Lucarelli.

“Quero aqui comunicar que o técnico Roger Machado pediu demissão em caráter irrevogável após o jogo de hoje. Eu gostaria que ele seguisse tocando esse projeto, mas a sua decisão foi irrevogável e a diretoria não teve escolha”, disse Bolzan, que demonstrou insatisfação quanto à saída do treinador.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Roger foi digno, soube avaliar o trabalho que fez e pediu para deixar o cargo a nossa disposição”, completou Romildo, que não deu detalhes sobre o perfil que pretende buscar para a sequência do ano. O Grêmio enfrenta o Fluminense, às 16h, no próximo domingo, na Arena.

Durante a semana, informações deram conta de que Roger já havia entregue o cargo após a goleada sofrida para o Coritiba, por 4×0, na semana passada, no Paraná. Bolzan negou a situação e disse que a diretoria “relutantemente” teve que acatar o pedido de demissão.

“Ele fez alguns comentários depois do jogo contra o Coritiba, preocupado com algumas coisas. Depois fizemos um grande jogo contra o Palmeiras, infelizmente não vencemos a partida. E hoje, depois de nova derrota, ele pediu demissão e a diretoria, relutantemente, aceitou”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Roger Machado deixa o Grêmio perto de alcançar a marca de 100 jogos no comando do clube. Desde maio de 2015, quando entrou no lugar de Felipão, Roger fez 94 jogos, com 48 vitórias, 22 empates e 24 derrotas.

Na próxima rodada, contra o Fluminense, o Grêmio terá a volta do meia Douglas, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo e não enfrentou a Ponte Preta nesta quarta-feira.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *