Com meta de pontos, lousa de Cuca guia Palmeiras em busca pelo título

Técnico acredita que, para ser campeão brasileiro, é preciso somar 74 pontos. Em uma sala na Academia de Futebol, ele projeta o restante da temporada com os atletas

Antes de estrear na Copa do Brasil, com vitória sobre o Botafogo-PB, na quarta-feira, o técnico Cuca reuniu o elenco do Palmeiras em sua sala na Academia de Futebol. Em uma lousa grande, fixada na parede e atualizada a cada partida, o técnico do Palmeiras (que aposta na conquista do título brasileiro com 74 pontos) mostrou que um bom resultado seria muito importante para a sequência da equipe.

Depois do primeiro jogo no torneio mata-mata, o time teria uma semana de descanso e preparação até o clássico contra o São Paulo – o que justificava a escalação de força máxima contra o time da Paraíba. Com uma boa vitória, Cuca ainda poderia poupar jogadores no confronto de volta, dia 21, em João Pessoa.

– Ele deixou bem claro que uma vitória com placar bom nos daria um pouco mais de tranquilidade para focar nesses jogos que temos agora. Até mesmo talvez para dar uma mesclada no jogo de volta – contou o atacante Rafael Marques, que sofreu um pênalti e marcou um gol no triunfo por 3 a 0 sobre a equipe paraibana.

Não adianta você ir para casa e ficar pensando no futuro, e os jogadores não. Eles têm que estar juntos, como peças-chave
Cuca, técnico do Palmeiras

A lousa de Cuca é basicamente um calendário. Dividida em 12 colunas, mostra todos os compromissos da temporada e tem anotações de outras datas importantes que podem interferir na programação, como a Olimpíada (que tornou o goleiro Fernando Prass e o atacante Gabriel Jesus desfalques) e as janelas de transferências (pela qual o clube passou ileso).

– Lá tem a tabela inteira, o que a gente fez até agora, o que a gente tem que fazer. A gente dirige o campeonato, explica para os jogadores as situações que podem ocorrer – esclarece Cuca, ao argumentar que tem chamado os atletas à sala para que eles também tenham sempre em mente o que é necessário fazer para alcançar os objetivos.

– O jogador tem que estar interagindo com você. Não adianta você ir para casa e ficar pensando no futuro, e eles não. Eles têm que estar juntos, como peças-chave. Está sendo bom para nós.

Líder do Brasileiro com 43 pontos, a equipe irá a campo novamente apenas na quarta-feira, diante do São Paulo, em casa – o clássico é uma das 16 rodadas restantes (que representam 48 pontos) no campeonato. Até lá, por ter encaminhado a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil, comissão técnica e elenco passarão um fim de semana menos pressionados.

– Falei para eles o quanto é difícil ter um sábado e um domingo bons, tranquilos. Agora, vamos poder ter esse sábado e esse domingo com trabalho, mas podendo curtir nossa família um pouco. Só o que nos traz isso é o bom resultado. Temos que estar sempre confirmando, e assim vai – concluiu o treinador palmeirense, que comanda atividade na manhã deste sábado e dará folga a todos no dia seguinte.

Send this to a friend