Maradona assume filho italiano de 29 anos e se emociona

Após décadas de disputas judiciais e farpas públicas, ex-jogador se encontrou com Diego Jr., fruto de relação extraconjugal

maradonaDiego Armando Maradona segue chocando a Argentina, mas desta vez por um motivo nobre. Depois de quase três décadas, o ex-jogador, enfim, reconheceu e abraçou seu filho italiano, Diego Júnior. O primeiro encontro pacífico, que demorou 29 anos para acontecer, se deu na noite de quarta-feira em um jantar em Buenos Aires.

Segundo diversos jornais argentinos, Maradona teria pedido que o encontro acontecesse sem a presença de advogados. “Você é meu filho. A partir de agora vivemos uma nova história. Quando eu te ligar, me chame de ‘meu velho’, senão vamos brigar”, brincou Maradona, em declarações reproduzidas por jornais argentinos.

Pai e filho posaram para fotos, sorridentes e abraçados, ao final do encontro organizado pela namorada de Maradona, Rocío Oliva (que é quatro anos mais nova que o filho do ex-jogador). Maradona se referiu ao jornal como “a maior emoção de sua vida”.

Divergências – A história entre Maradona e seu herdeiro é repleta de confusões e desencontros. Diego Maradona Jr. nasceu em Nápoles, em 20 de setembro de 1986, fruto de um relacionamento extraconjugal do então astro local com a italiana Cristiana Sinagra. Na época, Maradona era casado com Claudia Villafane, mãe de suas filhas Dalma e Giannina, e negou veementemente a paternidade – chegou a dizer que o filho poderia ser de seu irmão, Mariano.

Maradona se negou três vezes a realizar teste de DNA. A batalha judicial terminou em 1992, quando a Justiça italiana declarou oficialmente que Diego Júnior era filho do craque. Mas apesar de o garoto já utilizar o sobrenome famoso, Maradona pai se negava a encontrar o menino e reconhecê-lo publicamente. Tantas e tantas vezes repetiu que suas filhas legítimas eram apenas Dalma e Giannina, “os outros são filhos do dinheiro ou de equívocos.”

Mas apesar do descaso, Diego Jr. sempre se referiu ao pai como seu maior ídolo e não desistiu do sonho de conhecê-lo. Jogador de futebol de pouco sucesso – seu maior destaque se deu na seleção italiana de futebol de areia – Júnior precisou bolar um plano complexo para encontrar pela primeira vez, em 2003.

Segundo relatos da imprensa italiana da época, Diego Jr. viajou até o balneário de Fiuggi, onde Maradona se encontrou com amigos para jogar golfe. Depois, se passou por um aluno interessado em conhecer o esporte e conseguiu chegar ao campo onde estava o pai. Conseguiu falar com o astro pela primeira vez, teria recebido um abraço, mas a relação seguiria distante por mais de uma década.

Diego Maradona Júnior, o filho não reconhecido por Maradona
Diego Maradona Júnior defendendo a seleção italiana sub-17, em 2001 (Grazia Neri/Getty Images/VEJA/VEJA)

Já adulto, o filho parecia cansado de ser esnobado por Maradona. “Talvez a droga tenho o transformado em uma pessoa má”, disse certa vez, tocando na ferida do ex-jogador. A reaproximação, porém, ocorreu pouco depois de o italiano “apelar” à imprensa argentina.

Diego Júnior aceitou participar do programa Bailando (uma espécie de Dança dos Famosos da Argentina), onde seguiu falando das decepções com o pai famoso e chegou a bater boca com a meio-irmã Giannina. “Se você também quer me apagar de sua vida, é um problema seu”, disse Diego em rede nacional à irmã dois anos mais nova.

Maradona também criticou o apresentador Marcelo Tinelli, uma celebridade local, por “dar espaço a uma de suas ex-namoradas, Veronica Ojeda, e ao filho italiano, para denegrir sua imagem”. Apesar disso, a presença do italiano na Argentina parece ter amolecido o coração do ex-atleta de 55 anos. Incentivado pela atual companheira Rocío Oliva, Maradona, enfim, resolveu abraçar o filho que, a julgar pelas imagens do encontro, também deixou as mágoas para trás.

Em 1996, Maradona teve outra filha fora do casamento: Jana Maradona, que se manteve anônima até o ano passado, quando, segundo a imprensa local, se encontrou com o ex-jogador pela primeira vez. Em 2013, Maradona teve seu quinto filho, Diego Fernando, este reconhecido, fruto de seu relacionamento com a modelo Verónica Ojeda.

Claudia (à esq.) e Maradona, com as filhas Dalma e Giannina, em evento em 2008
Ex-esposa Claudia (à esq.) e Maradona, com as filhas Dalma e Giannina, em evento em 2008 (:Gareth Cattermole/Getty Images).

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

1 × 5 =

Send this to a friend