Festival Banca de Poetas chega à sua 2ª edição com atrações gratuitas

Troca de livros literários, palestras, música, mímica e recital poético. Graças ao patrocínio do FAC/DF, está de volta o Festival Banca de Poetas, agora em sua segunda edição. Depois de Santa Maria, o Festival aporta no Recanto das Emas, nesta sexta (8/6), das 9h às 18h, no Céu das Artes (Quadra 113- Área Especial, em frente à clínica número 2), com apresentações de Miqueias Paz, Chico Nogueira, Léo Terra, Cláudia Martins, Xok, Natália Cristina e Roberto das Emas. Tudo aberto, gratuito e com censura indicativa livre.

A ideia:  um varal com livros e textos selecionados e outros feitos ali mesmo e, para incrementar, uma interpretação teatral da literatura a céu aberto.  Lembrando que todo o acervo está disponível para trocas. No picadeiro da Banca de Poetas o livro é o elemento cênico principal, e a troca de (Quadra 113- Área Especial, em frente à clínica número 2).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“A poesia é democrática e extrapola a métrica, as paredes, e entra nos poros e nos porões. O Festival Banca de Poetas vai ao público e usa a palavra como instrumento de reflexão e de ludicidade”, explica o coordenador do Projeto, o artista José Garcia Caianno.

 
ORIGEM   
Era pura poesia ver como executivos, mendigos, pessoas de todas as classes e gêneros dividiam o mesmo espaço para contemplar um varal de poesia no meio do Setor Comercial Sul, em 2001. Foi assim que nasceu o projeto, todos que por ali passaram, certamente, irão se lembrar da figura emblemática do artista José Garcia Caianno e sua Banca de Poetas. ¨Sua¨, não é o pronome mais justo, para o nobre poeta, ¨a Banca é de todos¨, afirma Caianno.A BANCA e O PROJETO
No Festival Banca de Poetas, o livro e a questão da leitura estão inseparáveis da questão da qualificação do leitor, fazendo um convite à reflexão de que ler, entendendo o que se lê, não é uma análise meramente técnica, mas lúdica, reflexiva, inusitada e democrática, o que também valida sua integração ao Manifesto da Unesco sobre Bibliotecas Públicas. O Festival Banca de Poetas, fomentado pelo FAC, configura-se como uma biblioteca pública itinerante que estimula o hábito de leitura por meio do Teatro Literário que extrapola conhecimentos curriculares, respeitando a capacidade cognitiva de crianças e jovens e oportunizando o desenvolvimento da imaginação criativa.Nosso objetivo é fortalecer as cadeias criativa, produtiva e mediadora do livro e da leitura como fator relevante para o desenvolvimento da produção e difusão intelectual, o acesso aos bens culturais, a democratização do livro e a promoção da cidadania plena que requer o combate à iliteracia. Insere-se nas políticas públicas referentes à redução de danos na habilitação da criança e do adolescente no convívio social.

O POETA

José Gomes Garcia (nome artístico José Garcia Caianno) nasceu em 14 de novembro de 1954 à margem esquerda, para quem sobe as águas do rio Paranaíba-GO. Teve seu primeiro contato com a poesia aos sete anos quando viu um recital na escola. A partir daí, adotou-a como forma de libertação. Em 1972, mudou-se para Taguatinga-DF onde iniciou uma carreira de produção ligada aos conjuntos de baile da época, ingressando no movimento independente. Produziu em Brasília, São Paulo, Belo Horizonte e Goiânia. Ultimamente, viaja pelo país participando de encontros literários, seminários e ocupando todos os espaços onde a poesia é convidada, bem como, tomando de assalto lugares onde não a querem. Participou de várias oficinas e seminários na área do cinema, teatro e vídeo. Como ator participou de várias montagens teatrais como A lenda do Piui (infantil, direção de Guilherme Barcellos), Frei Tito: vida, paixão e morte (direção de B. de Paiva). Tem dois projetos de vídeo em andamento e escreve nova peça teatral sobre um dos fundadores da UnB. É gestor da Casa de Cultura Itinerante Banca de Poetas.

Serviço:
O quê: 2º Festival Banco de Poetas
Quando: sexta, 08 de junho, das 9h às 18h
Onde: Recanto das Emas, no Céu das Artes (Quadra 113- Área Especial, em frente à clínica número 2)
Acesso Aberto e gratuito, Censura Indicativa Livre

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
Patrocínio do GDF, por meio do FAC/DF, da Secretaria de Cultura do DF
Informações: (61) 98223-2504

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

2 × cinco =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend