Siga o Jornal de Brasília

Eventos

Festival Unindo Tribos leva o melhor do rock para o Recanto das Emas

Brasília de Fato

Publicado

em

Bandas Baratas de Chernobyl (DF), Mercenárias (SP), Finis Africae (RJ), dentre outras prometem agitar o evento. Entrada franca.

O melhor do novo e do velho rock feito em Brasília e no Brasil vai ganhar os palcos do Distrito Federal em um dia de muito rock’n’roll na veia. Evento democrático, de graça para a população, o Festival Unindo Tribos tomará conta do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU – Quadra 113 Área Especial 1) do Recanto das Emas, no dia 4 de maio, sábado, das 11h às 23h. Classificação livre.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Serão 12h de shows e diversão, com direito ainda a torneio de skate, DJs, oficina de sonorização e de grafite. Pelo palco montado no CEU da Artes especialmente para o evento, grupos de renome não vão faltar. A banda paulista As Mercenárias e a brasiliense radicada na cidade do Rio de Janeiro (RJ), Finis Africae, são atrações que prometem agitar o festival.

A banda As Mercenárias surgiu na década de 80 e é famosa pelo som pesado, com letras politizadas e um estilo punk-hardcore feminista. O trio de mulheres é formado por Sandra Coutinho (baixo e vocal), Naná Rizzini (bateria e vocal) e Marianne Crestani (guitarra e vocal). Pela primeira vez em Brasília, elas mostrarão o vigor de três décadas dedicadas ao rock. O som do grupo agrada fãs de Sex Pistols, Siouxsie & The Banshees, Joy Division, dentre outros. Já a Finis Africae retornará à capital federal após 10 anos. Formado por Cesar Ninne (guitarra), Eduardo de Moraes (vocal), Nelsinho Cerqueira (guitarra), Tony Miranda (baixo) e Robson Riva (bateria), o grupo tocará no show sucessos da década de 80 como Armadilha, Mentiras, Máquinas, Círculos e, ainda, canções novas, como Santa Julia e Abrolhos. O Finis Africae é famoso por tocar um rock mais melódico e dançante.

Mas não para por aí. Idealizadora do festival, a banda brasiliense Baratas de Chernobyl chega para eletrizar os roqueiros de plantão com um rock também vibrante. O grupo formado por Elvis Rutherford (voz), Maurício Andrade (guitarra), Márcio Villas Boas (baixo) e Ney Corrêa (bateria) acumula diversas premiações e shows pelo Brasil afora. A banda foi vencedora do Primeiro Festival de Música de Ceilândia para Brasília, além de ter participado do Festival Deepland, em São Paulo (SP), com a banda sueca The Beauty of Gemina. Em novembro de 2018, participou ainda das comemorações dos 30 anos da música Carta aos Missionários, da banda Uns e Outros, no Rio de Janeiro (RJ). Dentre as canções que o grupo irá tocar, 14 de Nisã virou tema de abertura do programa Distrito Cultural da emissora Rede Globo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Segundo o baterista e também um dos idealizadores do evento, Ney Corrêa, o projeto surgiu da ideia de fazer um festival que englobasse todas as tendências do rock’n’roll. “Por isso, o nome Unindo Tribos. Estamos unindo vários estilos e uma galera fera de Brasília e do Brasil. Com rock da nova geração e também dos anos 80, da velha guarda”, destaca Corrêa.

O Festival Unindo Tribos tem o patrocínio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal por meio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura.

O evento é uma iniciativa da banda Baratas de Chernobyl com participação de Armando Louder – Poëtka/iMusy Produções e produção executiva de Karita Pascollato e Criativa Empreendedorismo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

 

 

Rock para todos os gostos

            Post punk, gótico, pop rock e outros estilos vão tomar conta do Recanto das Emas. E o rock brasiliense terá sua vez. Além das bandas As Mercenárias, Baratas de Chernobyl e Finis Africae, pelo festival passarão ainda os grupos Vox Lugosi, Cálida Essência, Dom Ticones e a Entidade, Desonra, Os Containers, Os Fabulosos Viralatas e Deus Preto. Os DJ’s Armando Louder (RJ), Jully Dourado (DF) e Mauricio Kosak (DF) garantirão o som durante os intervalos.

            “Será um dia especial. Pretendemos estimular a arte, a cultura, o esporte, a cidadania e a inclusão. Nossa ideia é sensibilizar novos públicos e futuras gerações”, pontua Ney Corrêa.

 

Oficinas

            E para tornar o evento ainda mais interativo, no dia 3 de maio, sexta-feira, será realizada uma oficina de sonorização das 8h às 12h no CEU das Artes do Recanto das Emas. A oficina é gratuita e será ministrada pelos professores Daniel Santiago e Maurício de Andrade. O curso englobará conteúdos de fundamentos de áudio, aulas práticas e apresentação dos equipamentos de sonorização. Já no dia do festival, 4 de maio, haverá oficina de grafite também no CEU das Artes durante o evento. Dentro da programação, os alunos vão conhecer a história, obras e características da Arte Grafite, além de estudar a técnica de pintura em grande escala. Tudo grátis.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

            Ainda no dia do evento (4) haverá torneio de skate. Os interessados em participar podem se inscrever pessoalmente nas lojas De La Crew Skate Tattoo Shop (QNM 20 Conjunto B Lote 46 – Ceilândia Norte) e Massa Skate Shop (Av. potiguar Q 205 cj 03 lt 04 lj02 – Recanto das Emas), ambas parceiras do Unindo Tribos. Informações: 3965-3986/3522-2696. As inscrições são gratuitas e limitadas.

 

Serviço

Festival Unindo Tribos

Data: 4 de maio (sábado)

Local: Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU – Quadra 113 Área Especial 1) do Recanto das Emas

Horário: Das 11h às 23h

Entrada gratuita

Classificação livre

Informações: 98130-6414

Continue lendo
Publicidade
1 Comentário

1 Comentário

  1. Avatar

    Recanto das Emas

    03/05/2019 at 19:01

    🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *