Siga o Jornal de Brasília

Cursos e palestras

Inscrições para oficinas culturais gratuitas de artesanato começam nesta segunda

Publicado

em

oficinas culturais

Ao todo, são 60 vagas destinadas a pessoas com deficiência e para crianças, adolescentes, adultos e idosos em situação de risco.

O Projeto Waldir Azevedo, na Vila Telebrasília, e o Ateliê Eco-Arte, no Guará, recebem, a partir de setembro, Oficinas Culturais Artesanais para pessoas com deficiência. São três cursos gratuitos: construção de instrumentos musicais com materiais recicláveis, artesanato com papel-machê e criação de telas e quadros com elementos da natureza como sementes, folhas e flores. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail [email protected] gmail.com, a partir de segunda-feira (27) até 31 de agosto.

A ação é realizada pela Agenda Cultural Brasília com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC). Segundo Marcelo Fonteles, idealizador do projeto e diretor da Agenda Cultural Brasília, o objetivo é estimular o respeito ao meio-ambiente e à sustentabilidade, valorizar e difundir as manifestações culturais e artísticas, além de promover a inclusão social e a qualificação profissional.

Cada oficina terá 72 horas-aulas e será divida em duas turmas de até 10 pessoas. Serão destinadas 30 vagas para o público em geral e 30 vagas para pessoas com deficiência. Não é necessário nenhum pré-requisito para participar das ações. As aulas ocorrerão de setembro a novembro, com turmas em dois turnos. Ao fim do projeto, serão realizadas duas exposições com as obras produzidas pelos alunos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O curso de confecção de instrumentos musicais com materiais recicláveis será ministrado por Dudu Oliveira, criador do Projeto Waldir Azevedo, que atua com jovens em situação de risco na Vila Telebrasília. O professor também é voluntário na Associação Brasileira de Deficientes Visuais (ABDV), oferecendo aulas de música.

Já a oficina de produção de obras com papel-machê será ministrada pela artista plástica e arte-educadora Lurdinha Danezy, que tem mais de vinte anos de experiência na área. As aulas ocorrerão no Hospital de Apoio de Brasília com pacientes em reabilitação e acompanhantes. Ela já fez exposições nacionais e internacionais e é mãe do artista plástico Lucio Piantino, que tem com Síndrome de Down. As aulas de criação de telas e quadros com sementes, folhas, flores e pequenos frutos encontrados na natureza ficarão a cargo do artista plástico Paulo Ataíde Cavalcanti, no ateliê Eco-Arte, localizado no Guará.

O projeto vai contar com guia para cegos e acessibilidade estrutural para pessoas com deficiências e mobilidade reduzida. O site do projeto, desenvolvido especialmente para atender a todas as pessoas com deficiência, terá aplicativo de acessibilidade, que traduz automaticamente texto e áudio para Língua Brasileira de Sinais.


Serviço:
Oficinas Culturais de Artesanato
Quando: Aulas de setembro a novembro.
Inscrições: De segunda (27) a sexta-feira (31) pelo e-mail [email protected]
Local: Projeto Waldir Azevedo, Vila Telebrasília | Ateliê Eco-Arte, SAIS AE 04 Guará
Quanto: Oficinas e inscrições gratuitas.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta