La Rubia comemora Dia Mundial do Gin neste sábado (9/6)

Dia Mundial do Gin

Drinques feitos com rótulos de Gin artesanais brasileiros e importados saem a partir de R$ 10,00

Neste sábado (9/6) é comemorado o Dia Mundial do Gin, bebida secular que conquista cada vez mais paladares ao redor do mundo. Para celebrar esta bebida consumida principalmente em coquetéis, neste dia, o La Rubia Café (404 Norte) oferecerá opções com diversos rótulos nacionais e importados a partir de R$ 10,00.

Os drinques, clássicos e exclusivos, serão preparados com diversos tipos de Gin artesanal e de microdestilarias brasileiras, como Draco, Virga, Vitória Régia, Amázzoni, Minna Marie e Jungle Gin. As marcas importadas incluirão Tanqueray, Beefeater, Gordon’s, Bombay Sapphire e Saffron.

Gin Tônica La Rubia Café. Foto: Bruno de Lima
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Boas pedidas da noite serão o Gin Tônica feito com destilados artesanais brasileiros e água tônica inglesa Fever-Tree. O tradicional coquetel Tom Collins, criado em 1876 por Jerry Thomas – conhecido como “o pai da mixologia americana” –, será elaborado também com gin artesanal e nacional e com a primeira versão brasileira da Hard Seltzer (água gaseificada com álcool), a Joví, nos sabores morango, abacaxi e limão. Cada um sairá a R$ 24,00.

Neste dia, os drinques também poderão ser preparados com água tônica artesanal com pepino da brasileira Be bop, a R$ 24,00.

Há, ainda, a promoção de 50% de desconto nos drinques em taça, das 18h às 20h. No caso dos coquetéis com Gin, a oferta é válida somente para os feitos com Seagers e rótulos importados,  como o Gin Tonic Nacional (Gin Seagers, suco de limão e água tônica), que sai a R$ 10,00.

Como nasceu o gin

Apesar de ser associado à Inglaterra, o gin foi criado na Holanda, resultado de uma pesquisa médica. Foi lá em 1650, quando o doutor Francisco de la Boie, docente na Universidade de Layden, misturou o zimbro (um arbusto em forma de cone que produz frutos fortemente diuréticos) a um destilado de grãos. O medicamento foi batizado de genever – zimbro, em holandês. Barato e saboroso, o remédio conquistou soldados ingleses, que o levaram para o país deles.

Assim, na Inglaterra, o destilado começou a ser produzido em larga escala. Somente em Londres, em 1730, foram registrados cerca de 7 mil locais com a venda da bebida, que ganhou fama também por ser mais barata que a cerveja e se tornou a bebida nacional inglesa. Lá, o nome foi abreviado para gin. O processo de produção é parecido com o da vodka, a partir de cereais diversos. Cada produtor tem sua receita, mas o ingrediente em comum é o zimbro. Entre os principais produtores desta maravilha dos destilados está o Brasil, ao lado de Inglaterra, Holanda, Estados Unidos e Alemanha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

La Rubia Café
SCLN 404, Bloco B, Loja 44 – Asa Norte – Brasília/DF; (61) 3202-1717.
Segunda, das 11h30 às 15h. De terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 18h à 1h. Sexta e sábado, das 11h30 às 15h e das 18h às 2h.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

12 + seis =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend