Ex-panicat entra na Justiça contra a Band e pede R$ 300 mil de indenização

A ex-panicat Carol Dias entrou com um processo contra o programa ‘Pânico da TV’ por assédio moral e também por questões trabalhistas, de acordo com informações do ‘Fofocalizando’, do SBT

Como a atração já foi extinto e ela era registrada em carteira pela Band, a emissora arcará com as responsabilidades judiciais. O valor inicial cobrado é de R$ 300 mil.

“Muitas vezes que as pessoas viam na TV e falavam que as situações eram armadas. Algumas eram, mas a gente tinha que fazer muitas outras coisas que não eram armadas e não tínhamos opções. Nos últimos anos eu pedia para rever a minha posição no programa e nunca fui atendida. Uma vez fui gravar uma externa e uma das meninas me perguntou se eu namorava. Eu falei que sim e um diretor de externa respondeu: ‘Ela não namora. Ela tem cliente’, dando a entender que a gente fazia programa. Era humilhante. Eu tive que ficar quieta ao redor de inúmeras pessoas”, disse Carol ao ‘Fofocalizando’.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Em outra situação eu tava mais ‘cheinha’ e eu tive que ouvir de uma mulher, uma diretora, no começo do programa que eu deveria receber cartão vermelho por estar gorda e cheia de celulite. Ela disse que eu deveria ser mandada embora. No intervalo eu chorei e tive um um problema psicológico por tanta humilhação”, complementou a modelo.

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

1 + 15 =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend