“64 não foi golpe, mas foi uma cagada”, diz Lobão

O cantor Lobão afirmou em um vídeo divulgado em seu canal no Youtube que não considera que a tomada de poder pelos militares no dia 31 de março de 1964 foi golpe, mas definiu “como uma cagada” a forma autoritária como o governo agiu

Lobão não poupou críticas à direita e disse que é necessário que se faça uma “autocrítica severa”. Ele ainda disse que tanto a esquerda como a direita erram em glorificar figuras do passado que cometeram atos inadequados. “Nós tivemos um período muito escroto. E se não tivéssemos esse período escroto, a gente não estaria agora sofrendo essas mazelas. Agora, ter saudades de um regime desses é de uma estupidez.

O cantor teve uma canção sobre triângulo amoroso censurada sem nenhum motivo aparente, segundo ele. “Tivemos 23 anos de uma censura estúpida, que deixava vazar a maior parte das informações que eles não queriam” . Lembrou ainda que era alvo de revistas na rua. “Nunca fui comunista, eu era simplesmente um roqueiro”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A declaração foi elogiada por alguns espectadores que o consideraram “lúcido”. Mas também foi alvo de críticos que o chamaram de “esquerdista”.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

3 + cinco =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend