Lucy Ramos, alvo de ataque racista na web, se posiciona: ‘Eu me amo e me aceito’

Tal como aconteceu Jonathan Azevedo, o traficante Sabiá de “A Força do Querer”, Lucy Ramos foi alvo de ataques racistas em suas redes sociais.

Nesta sexta-feira (13), a atriz, cuja saída da novela das nove foi considerada inesperada, se posicionou em seu perfil. “Como pode uma pessoa criar uma conta no Instagram, única e exclusivamente para ofender outras pessoas! Porque com certeza eu não fui a única. A covardia é tanta que nem mostrar o rosto teve coragem”, escreveu a cacheada.

‘Nada disso me atingiu’, garantiu artista

A reação da atriz – a exemplo da Miss Brasil 2017, a piauiense Monalysa Alcântara – foi a autoafirmação. “Mas eu me amo, me aceito, me respeito, sei quem sou, para o que luto e vivo. E digo claramente que nada disso me atingiu”, continuou a artista. Na postagem, Lucy contou ainda que não decidiu facilmente se iria mostrar na web o ataque. “Pensei muito se deveria ou não postar essas ofensas, mas fiz questão de postar para dizer que não podemos deixar esse tipo de pessoa sair ofendendo outras, se escondendo por trás da internet e achando que nada vai lhe acontecer. Estou indo atrás dos meus direitos e essa pessoa não vai sair impune”, afirmou a atriz, que tem um projeto de empoderamento crespo na web, o “Segundas Cacheadas”.

Uma publicao compartilhada por Lucy Ramos (@lucyramos_) em Out 13, 2017 s 1:00 PDT

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

5 + 19 =

Mais lidas

Send this to a friend