Victor Chaves vira réu em processo, acusado de agressão à mulher

Tribunal de Justiça de MG aceitou denúncia do Ministério Público Estadual, relativa a suposta agressão do cantor à esposa, Poliana Bagatini

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais acatou a denúncia do Ministério Público Estadual mineiro e tornou réu o sertanejo Victor Chaves, acusado de agredir a esposa Poliana Bagatini Chaves, grávida do segundo filho do casal. O cantor da dupla Victor & Leo responderá a um processo de contravenção penal.

Segundo a assessoria de imprensa do TJ-MG, em Belo Horizonte, o processo corre em segredo de Justiça. O próximo passo será ouvir as partes envolvidas para marcar o julgamento. Procurada pela VEJA, a assessoria de imprensa da dupla ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em 24 de fevereiro, Poliana relatou à Polícia Civil de Belo Horizonte ter sido jogada no chão pelo companheiro, que desferiu diversos chutes contra ela. Ao tentar sair do apartamento, a moça teria sido impedida por um segurança e pela irmã do cantor. Dias depois, a empresária postou em seu Instagram carta assinada por ela em que afirmava que o marido nunca a machucaria. No entanto, na última semana a Polícia Civil de Minas Gerais anunciou que havia decidido pelo indiciamento de Victor, com base em imagens de câmera de segurança do prédio onde mora o casal. Nas imagens, ele apareceria empurrando a mulher.

Victor a princípio negou todas as acusações. Contudo, ao ser indiciado, o cantor publicou um vídeo em seu Instagram em que justificava o empurrão como um “ato de desespero para conter a mulher”, que estaria descontrolada.

Por Mabi Barros

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

1 + 11 =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend