Siga o Jornal de Brasília

Celebridades

De volta ao sertanejo, Wanessa Camargo revela que vai lançar letra inédita de Zezé

Brasília de Fato

Publicado

em

Wanessa Camargo

RIO — Com “33” (Som Livre), seu novo disco, disponível nos serviços de streaming desde o último dia 10, a cantora e compositora Wanessa Camargo veio à redação do GLOBO para participar de um bate-papo ao vivo, transmitido pelo Facebook (veja abaixo, na íntegra).

Na conversa, entre outros assuntos, Wanessa falou sobre sua volta ao sertanejo, após um período dedicado à música pop — seu trabalho anterior, “DNA” (2011), contava apenas com músicas em inglês. E revelou que seu próximo disco contará com uma novidade: pela primeira vez, ela vai musicar — em parceria com a também cantora e compositora Liah Soares — uma letra do pai, o astro Zezé Di Camargo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

— Eu não usava muito (a ajuda do pai em sua carreira) por medo. Até que falei “me dá letra aí”, porque ele manda muita letra pra Paula, pras meninas, e perguntei por que não pra mim. Eu sou mais melodista. Então, tem uma música que eu e a Liah Soares fizemos que a letra é dele e vai entrar no próximo trabalho, que se chama “Cuida de mim” — contou Wanessa, antes de se derreter pela composição. — É a coisa mais linda do mundo. A letra dele é absurda. Vai ser legal fazer um trabalho com ele porque a gente nunca tinha feito isso, então, começou um novo processo. Ele manda letra pronta, a poesia, e a gente faz a melodia.

Em outro momento da entrevista, a artista, de 34 anos completados em dezembro, falou também sobre o lado “polêmico” de Zezé no Instagram — como quando chamou Wesley Safadão de “emergente”.

— Ele sempre foi assim. É que antes meu pai não tinha internet, mas ele sempre falou o que pensa. E eu aplaudo porque ele não deixa de falar as coisas por medo. Ele é muito corajoso. Isso eu admiro muito — afirmou.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Ainda sobre as redes sociais, Wanessa criticou a atitude dos haters, que fazem dos artistas “sacos de pancada” na internet:

— É muito difícil hoje, para todos nós, conviver nas redes sociais, porque recebemos muita paulada. A gente é muito saco de pancada. A própria pessoa que ensina o filho dela a não fazer bullying vai lá na internet e xinga o outro. É maior hipocrisia. As pessoas estão o tempo inteiro se xingando como se a internet fosse terra de ninguém.

SEM ‘ESCOLHER LADO’

Wanessa comentou também a separação dos pais, Zezé e Zilu, há três anos. Ela disse que se arrepende de ter, uma única vez, ter revelado que “escolheu um lado” — em entrevista ao programa “Xuxa Meneghel”, da Record, a cantora lembrou que chegou a ficar sem falar com o pai após a separação.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

— Já vi gente falando que eu me envolvo, mas não é verdade. Quem falar que viu declaração minha nas redes sociais, é mentira. Eu já declarei uma coisa, uma vez, e me arrependi profundamente, pedi desculpas publicamente, foi a única vez em que me pronunciei. E nunca mais fiz isso, porque não é justo. Eu errei — afirmou.

Sobre como “ficou” no meio dessa separação midiática, Wanessa lembrou que “o filho é quem mais sofre”:

— A gente não fica, né, é muito difícil ficar no meio de tudo isso. Quando a gente tem uma separação, o filho é quem mais sofre. Porque o filho fica no meio dos pais e você acaba sempre rezando e… Não existe lado. Eu fui gerada por duas pessoas e o amor é igual. (…) Antes deles serem meus pais, são pessoas com vidas próprias, que têm o direito de serem felizes com quem quiserem. O que eu acho e deixo de achar eu falo diretamente para o meu pai e para a minha mãe.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *