Siga o Jornal de Brasília

Celebridades

Camiseta com imagem ironizando Ludmilla faz sucesso no Vidigal

Avatar

Publicado

em

A história envolvendo Ludmilla e alguns fãs na Prainha do Vidigal está rendendo bons frutos para alguém. A funkeira se recusou a tirar fotos com algumas pessoas que estavam no local, negando que seria famosa e dizendo que seu nome era Kátia.

Um dos moradores da comunidade, Jean Pierre Abreu, resolveu fazer camisetas ironizando a situação e criou uma imagem da cantora com a frase: “A Katia sou eu”, fazendo referência também à musica da funkeira: “A Danada Sou Eu”.

Outros moradores da comunidade já demonstraram interesse em comprar o produto.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A página do “Parceiros do Vidiga” no Facebook, inclusive, se pronunciou sobre o caso.

Leia a nota:

NÃO PRECISAMOS DE LUDMILLA, MUITO MENOS DE BEYONCÉ

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A Prainha do Vidigal sempre foi um exemplo de cidadania desde muitos anos. Lá você pode deixar suas coisas na canga e passar horas no mar. Fora os rolés até o cantão e suas coisas na areia sem ninguém pegar um biscoito.

Leia também:  Paulo Gustavo não tinha comorbidade, confirmam médicos

O que a cantora Ludmilla falou em arrastão, assalto na Prainha é puro Blefe, maneira de se auto defender de uma situação que todos que a conhecem de verdade sabe o verdadeiro motivo. Nunca Ludmilla tivemos problema com assalto. Nunca um morador da Prainha saiu entrando dentro do Sheraton para abusar da boa vontade do espaço, o hotel sabe disso.

Na Prainha ja ficaram Ronaldinho Gaúcho, Alexandre Pato e a seleção em 2014, Luiza Brunet fez um ensaio de fotos para revista Vogue ( e a praia lotada) anos 90, Selena Gomes, Giovanna Antonelli, Deborah Secco entre outros astros internacionais, pessoas de muito mais status no qual dividiam seus trabalhos com os moradores local.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Então denegrir a imagem da praia e achar que ali só tem ladrão, você está super enganada. Continua com Kátia porque como Ludmilla você já esqueceu que está pisando na Terra. A comunidade pode não ter 5 milhões de alucinados que gostam de você e o admira nas sua redes sociais , mas tem uma voz constante no qual eles também podem se defender.

Leia também:  Paulo Gustavo não tinha comorbidade, confirmam médicos

Vidigal é terra de gente Boa boa e trabalhador e recebemos todos de braços abertos e as vezes por sermos tão legal com as pessoas elas aproveitam para crucificar a quem aqui, ainda tem seu direito de dignidade.

Parceiros do Vidiga

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *