Carlinhos Maia é criticado após desenhar sobre obra de arte em hotel

Comediante disse que ficou triste pois, em suas palavras, suas polêmicas repercutiriam mais do que as ações positivas

Carlinhos Maia rabiscou uma obra de arte pendurada em um quarto de hotel em Aracaju, capital de Sergipe, e publicou em seu Instagram no último domingo, 27. O comediante afirmou pelos stories do Instagram que havia ficado “assustado” com o quadro, que mostrava uma mulher sem rosto. Então, pegou uma caneta e fez sobre a tela uma ‘carinha’ feliz com a língua para fora. “Os hóspedes vão me agradecer”, assegurou.

Apesar do tom bem-humorado, a atitude foi alvo de críticas. Uma mulher o acusou de vandalismo pelo Twitter e ele se defendeu, alegando que pediu autorização à dona do hotel, sua amiga, para fazer a brincadeira.

“A partir do momento que você compra uma obra de arte que você pagou por ela, o quadro é seu. Antes de riscar, eu liguei para a dona do hotel, a Dani, que é uma pessoa que me recebe aqui há quatro anos”, disse.

A Lei do Direito Autoral brasileira assegura, no inciso IV do artigo 24, que, entre os direitos morais do autor está “o de assegurar a integridade da obra, opondo-se a quaisquer modificações ou à prática de atos que, de qualquer forma, possam prejudicá-la ou atingi-lo, como autor, em sua reputação ou honra”.

Em um comentário do Instagram, Carlinhos disse que ficou triste pois, em suas palavras, suas polêmicas repercutiriam mais do que as ações positivas. “Doei 50 mil reais para o Outubro Rosa [campanha de conscientização sobre o câncer de mama] e ninguém falou nada. Vivo fazendo milhões de coisas grandes e boas e ninguém exalta”, reclamou.

Carlinhos ainda afirmou que “nem sabia que era quadro de artista” e pediu “milhões de desculpas à artista” por conta de seu ato.

Segundo ele, a alteração no quadro teria sido “autorizada pela dona”, que estaria também fazendo um leilão da obra.

Por meio de uma nota, a artista plástica Lau Rocha falou através de uma rede social, sobre a atitude do humorista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Com tristeza e indignação, recebi a notícia de que uma das minhas obras foi vandalizada e exposta em uma rede social, por pessoa que aparenta ter influência na juventude deste país. Venho de uma família de que possui a expressão do belo como manifestação do caráter e foi um choque ver o descaso da pessoa em questão pelo meu sentimento expressado na obra, que é o patrimônio moral do artista. Não autorizei a vandalização, que feriu minha alma e me expôs de maneira absolutamente constrangedora”, diz a nota.

Críticas de Felipe Neto e Felipe Castanhari a Carlinhos Maia

Enquanto Carlinhos Maia divulgou nos stories do Instagram algumas mensagens de apoio que recebeu de fãs que o defendem, alguns youtubers se manifestaram sobre o caso, criticando o fato de ele reclamar por “não ser exaltado” pelas boas ações que faz

“Quem faz doação para ser exaltado é sinal de falta de caráter. 99% das doações que faço são desconhecidas pelo público”, afirmou Felipe Neto. “Quem compra a obra não tem direito de alterá-la, isso fere a Lei de Direitos Autorais”, completou.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezesseis + quinze =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend