Ronaldinho Gaúcho parcela dívida de IPTU em 60 vezes

O parcelamento da dívida deve suspender as ações de execução fiscal ajuizadas pela Procuradoria-Geral do Município (PGM) contra o ex-jogador, conforme a prefeitura

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho negociou com a Prefeitura de Porto Alegre uma dívida de cerca de R$ 7,5 milhões em Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e taxa de coleta de lixo em 60 meses. A primeira parcela, no valor de R$ 145.282,04, foi paga nesta terça-feira (24).

De acordo com a procuradora-chefe da Procuradoria de Assuntos Estratégicos e Fiscais da PGM, Bethania Flach, a 8ª Vara da Fazenda Pública determinou que a dívida seja garantida pelo imóvel. Em caso de descumprimento, ela pode ser executada pelo município. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O parcelamento da dívida deve suspender as ações de execução fiscal ajuizadas pela Procuradoria-Geral do Município (PGM) contra o ex-jogador, conforme a prefeitura.

Ronaldinho e seu irmão, o empresário Roberto Assis Moreira, fizeram um acordo com o Ministério Público (MP) em um processo judicial por dano ambiental em que foram condenados em 2015. Eles pagarão uma indenização por danos causados e receberão de volta os passaportes brasileiro e espanhol que foram confiscados pela justiça. 

O acordo permite que ele possa assumir funções como embaixador do turismo do Brasil. No início de setembro, ele foi nomeado para o cargo pela Embratur. A função é voluntária, mas ele estava impedido de viajar devido aos problemas com os passaportes.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dois × três =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend