Em meio à pandemia, Brasil começa a exportar carne bovina para a Tailândia

Cinco frigoríficos brasileiros foram habilitados, pelo governo tailandês, a vender carne para o país, o que inclui carne desossada, carne com osso e miúdos

O Brasil concluiu nesta segunda (25) as negociações com a Tailândia para a venda de carne bovina brasileira, um mercado potencial de US$ 140 milhões por ano.

A abertura ocorre em meio à crise do coronavírus, que colocou os países em alerta quanto ao abastecimento de alimentos, com alguns produtores controlando a venda de produtos ao exterior, como é o caso da Rússia, que interrompeu a exportação de trigo.

Na sexta (22), o país anunciou que passaria a comprar também produtos lácteos do Brasil. Cinco frigoríficos brasileiros foram habilitados, pelo governo tailandês, a vender carne para o país, o que inclui carne desossada, carne com osso e miúdos.

 

Durante a pandemia, o Brasil reabriu o mercado de carnes para o Kwait e, em fevereiro, para os EUA.
Nesta segunda, também foi finalizada a negociação para a abertura de venda de queijos para a Austrália, concorrente do Brasil no mercado global de carnes.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

treze − três =

Send this to a friend