Caixa informa 10 milhões na fila para a primeira parcela do auxílio emergencial

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, são pessoas que tiveram de refazer o cadastro no aplicativo do banco pela segunda e terceira vez devido à inconsistência nos dados ou irregularidades no CPF

A fila para aprovação da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 chegou a 10 milhões de trabalhadores, de acordo com a Caixa Econômica Federal.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, são pessoas que tiveram de refazer o cadastro no aplicativo do banco pela segunda e terceira vez devido à inconsistência nos dados ou irregularidades no CPF.

Guimarães reiterou que cabe à Dataprev fazer o cruzamento de dados e o Ministério da Cidadania autorizar o pagamento. Segundo o presidente, dos 101,2 milhões de cadastrados finalizados no sistema da Caixa, cerca de 60 milhões foram aprovados e 30 milhões foram recusados.

“Dos 100 milhões de brasileiros, mais de 90% tiveram uma resposta definitiva, seja a grande maioria que recebeu o benefício, seja vários que não podem receber, como por exemplo, ganharam mais de R$ 28 mil em 2018. Então, não tem o que fazer”, disse Guimarães em uma rede social.

Nesta terça-feira (19), a Caixa iniciou novos pagamentos da primeira parcela do auxílio para 8,3 milhões de pessoas aprovadas no último lote da Dataprev, conforme o mês de nascimento.

Send this to a friend