Fed anuncia medidas para dar liquidez às empresas

As medidas anunciadas incluem suporte para empréstimos estudantis recentes, empréstimos para automóveis e dívidas de cartão de crédito

O Federal Reserve dos Estados Unidos alertou nesta segunda-feira sobre as “severas perturbações” na economia devido ao coronavírus, anunciando 300 bilhões de dólares para “apoiar o fluxo de crédito para empregadores, consumidores e empresas”.

O banco central americano acrescentou que em breve divulgará um programa para dar créditos diretos a pequenas e médias empresas, que sofrem um duro golpe e até o fechamento enquanto o governo tenta impedir a propagação do vírus.

“Enquanto persistir essa grande incerteza, ficou claro que nossa economia enfrentará severas perturbações”, afirmou o Fed em comunicado.

“Devem ser feitos esforços agressivos nos setores público e privado para limitar as perdas de emprego e renda, bem como promover uma rápida recuperação assim que as perturbações diminuírem”, acrescentou.

O Fed regou os mercados com liquidez e aumentou seu apoio desde que o coronavírus se espalhou pelos Estados Unidos.

As medidas anunciadas incluem suporte para empréstimos estudantis recentes, empréstimos para automóveis e dívidas de cartão de crédito, bem como empréstimos para pequenas empresas.

Nesse contexto, a entidade monetária prometeu “continuar usando uma ampla gama de ferramentas para apoiar o fluxo de crédito para famílias e empresas”.

Send this to a friend