Siga o Jornal de Brasília

Economia

Petróleo opera em alta, à espera de sanções dos EUA contra Irã

Publicado

em

Petróleo

Os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta manhã, com o Brent operando perto do nível psicologicamente importante de US$ 80 por barril, em meio à expectativa para a retomada de sanções dos EUA contra o Irã.

Às 7h31 (de Brasília), o barril do petróleo tipo Brent para julho subia 0,44% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 79,65, depois de ultrapassar ontem a barreira de US$ 80 pela primeira vez em três anos e meio. Na New York Mercantile Exchange (NymeX), o WTI para o mesmo mês avançava 0,17%, a US$ 72,69 por barril.

Na semana passada, o presidente dos EUA, Donald Trump, retirou Washington do histórico acordo nuclear de 2015 com o Irã, abrindo o caminho para que a Casa Branca restabeleça sanções à indústria petrolífera iraniana.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Embora a União Europeia tenha reiterado seu apoio ao acordo, empresas de energia da região já começaram a rever investimentos no Irã. Na quarta-feira (16), a gigante petrolífera francesa Total anunciou que irá abandonar um grande projeto de gás no Irã se não receber uma isenção do governo americano. A Total tem um contrato de US$ 1 bilhão para desenvolver o campo iraniano de South Pars.

A decisão da Total é um sinal concreto de que as sanções dos EUA podem prejudicar o setor petrolífero do Irã e reduzir ainda mais a oferta global de petróleo.

Atualmente, o Irã exporta cerca de 2,4 milhões de barris por dia. Analistas estimam que entre 400 mil e 1 milhão de barris por dia de petróleo iraniano podem ser comprometidos uma vez que as sanções americanas forem restauradas nos próximos seis meses.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Mais tarde, às 14h (de Brasília), investidores ficarão atentos à pesquisa semanal da Baker Hughes sobre plataformas e poços em operação nos EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *