Feira Internacional de Defesa e Segurança começa hoje no Rio

Representantes de mais de 450 marcas participam de exposição no Riocentro. Presidente em exercício, Hamilton Mourão, e ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, estarão na convenção

A 12ª edição da feira internacional de segurança LAAD Defence & Security – que começa nesta terça-feira (2) – terá como algumas das novidades a apresentação de um dispositivo que pode auxiliar o controle em ações policiais e inovações em armamentos não-letais.

O evento deste ano traz ao Rio representantes de mais de 450 empresas. Pela manhã, o presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, deve participar da abertura do evento e, mais tarde, às 13h, está prevista uma palestra do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Uma das novidades a ser apresentada na feira é uma câmera desenvolvida pela Motorola que promete funcionar como uma “caixa preta” de ações policiais. Um sistema que integra sensores no coldre – estojo onde se coloca a arma – é acionado assim que o policial saca a pistola e da início a gravação de áudio e vídeo.

Dispositivo grava ações policiais quando arma é retirada de coldre. Foto: Divulgação

De acordo com o fabricante, uma das funcionalidades permite que, ao retornar à base, todo o conteúdo em vídeo seja diretamente enviado para a “nuvem”. E isso, segundo a marca, dispensa a necessidade de grandes investimentos em tecnologia da informação e infraestrutura.

A empresa brasileira Condor Tecnologias não-letais também levará à exposição algumas inovações no segmento de armas projetadas para não matar. Entre elas, um robô capaz de desarmar bombas e uma estrutura para ser acoplada em veículos que permite lançar até 15 bombas de gás lacrimogêneo ao mesmo tempo.

Equipamento para ser acoplado em veículos dispara até 15 bombas de uma vez. Foto: Divulgação

A fabricante brasileira de helicópteros Helibras leva à feira a aeronave H225M em versão de combate naval, desenvolvida e fabricada para atender missões da Marinha do Brasil. O helicóptero é a versão mais complexa já produzida do H225 e estará equipado com míssil antinavio.

Helicóptero em versão naval estará na exposição. Foto: Divulgação

Outra empresa brasileira, a IACIT, apresentará o DRONEBlocker, um equipamento que funciona como um bloqueador de drones. O dispositivo permite proteger grandes áreas contra ameaças. O bloqueador pode ser usado, por exemplo, para resguardar o espaço aéreo de aeroportos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
Dispositivo bloqueia voos de drones. Foto: Divulgação

A mostra, que ocorre no Riocentro, na Zona Oeste, vai desta terça até sexta-feira (5). Organizadores estimam que mais de 38 mil profissionais da área irão ao evento durante os quatro dias.

Estão previstas, ainda, a visita de 195 delegações oficiais de 80 países. Entre elas, ministros de Defesa e autoridades das Forças Armadas da América Latina, que participam de reuniões com as empresas expositoras e também de encontros bilaterais com autoridades brasileiras.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

20 − 13 =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend