Siga o Jornal de Brasília

Destaque

Polícia Civil fecha o cerco na Feira do Paraguai

Publicado

em

A PCDF deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Box, a missão é coibir o comércio ilegal de eletrônicos falsificados que se alastrou na feira dos Importados, mais conhecida como Feira do Paraguai, onde foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão.

A investigação, coordenada pela Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf), teve início após representação das marcas JBL, Sandisk e Samsung. A ação tem o apoio da Divisão de Operações Especiais da PCDF (DOE).

Esta é a segunda vez apenas neste mês de setembro que os policiais da Corf fazem apreensões na feira. No dia 13, os investigadores foram em bancas especializadas na venda de roupas e acessórios falsificados.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Operação Sétimo

A Operação Sétimo – que faz alusão à vaidade, um dos sete pecados capitais – também recolheu documentos que comprovam a movimentação financeira dos estabelecimentos, bem como dinheiro e cheques. Os policiais lotaram dois caminhões com os produtos apreendidos.

“Vamos levar cerca de uma semana para fazer a contagem de tudo”, afirmou, à época, o delegado Marcelo Portela, responsável pela ação.

As investigações tiveram início após representação criminal de empresas que atuam pelas marcas de roupa contra a comercialização de produtos falsos na Feira dos Importados.

Leia também:  DF tem maior programa de fomento à cultura do Brasil em 2021

Aguarde mais informações

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *