Terra treme no Buriti, PCDF faz buscas no anexo do palácio por desvio milionário no transporte

Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (30/8), uma megaoperação de combate ao desvio de verbas do Distrito Federal. A investigação é da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte). Buscas são feitas no anexo do Palácio do Buriti, sede do GDF.

O Metrópoles apurou que a investigação trata-se de ex-diretores da Cooperativa de Transportes do Distrito Federal (Cootarde) que teriam desviado milhões de reais recebidos em repasses efetuados pelo governo.

Durante as apurações, que começaram há mais de um ano, surgiu a suspeita de que o grupo criminoso teria tido apoio de servidores da Secretaria de Planejamento para desviar e ocultar os valores. O GDF teria repassado mais de R$ 20 milhões para a cooperativa no período investigado.

Por volta das 7h35, policiais saíram da sede do GDF levando computadores e malotes com documentos apreendidos. Durante as buscas em outro endereço, um dos alvos jogou o celular pela janela.

São cumpridos mandados de busca e apreensão contra diversos alvos, inclusive policiais militares suspeitos de integrar a associação criminosa e de coagir funcionários a assinar documentos com informações falsas, que seriam utilizados para fraudar prestações de contas junto ao DFTrans.

 

Send this to a friend