Siga o Jornal de Brasília

Destaque

Sem tumulto, mais de 600 mil visitaram cemitérios do DF no Dia de Finados

Avatar

Publicado

em

No Campo da Esperança, no Plano Piloto, 300 mil pessoas reverenciaram seus mortos. Visitação transcorreu nesta quinta (2) sem registro de violência, de acordo com a PMDF 

Mais de 600 mil visitantes estiveram nos cemitérios do DF nesta quinta-feira (2), Dia de Finados. As unidades estiveram abertas ao público das 7 às 19 horas.

Durante todo o período, não houve nenhum registro de tumulto ou de violência, de acordo com o balanço divulgado pela Polícia Militar do DF.

02/11/2017- Brasília, DF, Brasil- Cemitério de Taguatinga, Taguatinga, Os seis cemitérios do Distrito Federal foram abertos nesta quinta-feira (2) às 7 horas e o acesso será permitido até às 19 horas.
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A maior parte dos visitantes esteve no cemitério de Taguatinga, que alcançou seu recorde de público com 300 mil pessoas durante o dia.

Leia também:  Após trocar tiros com caseiro, Lázaro segue foragido; já são sete dias de busca

No Plano Piloto, o Campo da Esperança, que também atraiu público recorde no Dia de Finados, registrou 250 mil visitantes, conforme a estimativa da PMDF.

Força-tarefa montada pelo governo cuidou da segurança, controlou o trânsito e fiscalizou o comércio irregular nas proximidades dos cemitérios

No Gama, o número de visitantes chegou a 100 mil pessoas, segundo informou a PMDF. Em Brazlândia, cerca de 40 mil homenagearam seus mortos.

Os cemitérios de Planaltina e Sobradinho ainda não tiveram os balanços divulgados.

Órgãos do governo de Brasília estiveram nas seis unidades para garantir a tranquilidade dos visitantes. A força tarefa incluiu segurança e controle do trânsito e da movimentação de pessoas, além da fiscalização ao comércio irregular nas proximidades dos cemitérios.

Participaram do esquema de proteção ao público:

  • A Secretaria de Justiça e Cidadania
  • A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis)
  • A Polícia Militar
  • O Corpo de Bombeiros Militar
  • O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF)
  • O Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans)
GABRIELA MOLL, COM EDIÇÃO DE VANNILDO MENDES
AGÊNCIA BRASÍLIA

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *