Siga o Jornal de Brasília

Destaque

Comandante confirma que ataque em Londres foi ‘terrorismo’

Avatar

Publicado

em

LONDRES – O comandante da Polícia Metropolitana de Londres, B.J. Harrington, disse em coletiva de imprensa que o ataque desta quarta-feira (22) no Palácio de Westminster, sede do Parlamento britânico, foi um “incidente terrorista”.   

No entanto, ele não quis falar em número de vítimas. “Houve uma quantidade de incidentes, incluindo com policiais”, declarou o oficial. Nas redes sociais, simpatizantes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) estão comemorando o atentado desta quarta como uma “vingança” pelos bombardeios da coalizão internacional da qual faz parte o Reino Unido em Mosul, no Iraque.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, divulgou um comunicado sobre o ataque, no qual diz que seus pensamentos estão com “aqueles que foram afetados e suas famílias”. Alguns jornais locais já falam em pelo menos dois mortos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O policial que foi esfaqueado pelo homem que tentou atacar o Parlamento britânico não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, diz a emissora britânica “BBC” e o jornal “The Guardian”.

Três estudantes franceses estão entre os feridos do ataque ao Parlamento britânico nesta quarta-feira (22), informou o primeiro-ministro da França, Bernard Cazeneuve.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, os alunos são da escola Saint-Joseph de Concarneau, de Finistère, que fica na região da Bretanha.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Pelo Twitter, Cazeneuve expressou “solidariedade” aos britânicos neste momento “terrível” e disse que todos os franceses estão “prestando apoio” ao país.

Uma mulher se jogou da ponte de Westminster, em Londres, para se salvar do ataque terrorista ocorrido nesta quarta-feira (22) , confirmou a Autoridade Portuária de Londres.

Segundo a entidade, a mulher foi resgatada com vida das águas do rio Tâmisa, mas apresenta”graves ferimentos”. Ela está “recebendo tratamento de emergência” em um hospital da capital britânica.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O tiroteio próximo ao Parlamento britânico, em Londres, deixou ao menos 12 feridos na tarde desta quarta-feira (22). A polícia britânica trata o incidente como um ataque terrorista até que a motivação seja esclarecida. Um suposto atirador foi baleado.

Uma mulher morreu atropelada na ponte de Westmister, segundo o hospital “St. Thomas Hospital”. Ao menos 10 pessoas teriam sido feridas por um veículo 4×4 que investiu contra pedestres na ponte. Em seguida, o carro teria se chocado contra uma barreira da sede do Palácio e seu motorista teria deixado o automóvel armado.

Ansa

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *