Faça a gestão da sua carteira de investimentos!

carteira de investimentos

Você e seus investimentos! O artigo de hoje nos remete a importância da determinação, paciência e resiliência quando o assunto é a gestão da sua carteira de investimentos! Pense nisso! Embarque na coluna Valorize seus $onhos e mergulhe em um universo de possibilidades para o seu dinheiro!
Trace suas metas, entre em ação e alcance seus objetivos!
Me siga no Instagram: @valorizeseusonho, lá te dou mais dicas sobre como cuidar das sua finanças!|
Abraços a todos,
Rafael Rico

Continuando a perder!

Claro que você refletiu sobre como criar a sua carteira de investimentos com as minhas duas primeiras premissas que passei no artigo: Vamos Investir? Quanto você quer perder? Aqui mesmo na coluna Valorize seus $onhos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ok. Estamos alinhados então. Vamos continuar com mais ideias.

Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta!

Essa é velha e é um seguro que vale para qualquer coisa.

O Famoso AFOS (Arroz, feijão, ovo e salada), também conhecido como PF, é muito mais gostoso que um prato só de arroz puro. Todas as cores de alimentos no prato é a regra para uma vida saudável. Com o seu dinheiro é a mesma coisa.

Como eu falei, o mercado é feito de pequenas engrenagens que tem suas próprias regras, mas que interagem umas com as outras formando um sistema. Se uma engrenagem falhar ela poderá parar, mas o sistema irá continuar a se mover. Se colocar todo o seu dinheiro num só lugar e esse ativo tiver algum problema, já viu, né?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

A diversificação é um importante mecanismo de ganho e principalmente de proteção, além de ser muito mais legal de investir.

Gestão Ativa

Imagine que você é um surfista e vai para a praia no próximo feriado. Como você gostaria que o mar estivesse? Paradão tipo piscina vazia ou batendo o tempo todo na praia com altas ondas?

Entendo que a segunda opção seria muito mais divertida. Nessa analogia, a volatilidade do mercado financeiro são as ondas do mar. O bom surfista e que irá se divertir mais é aquele que sabe o momento certo de entrar e sair nas ondas (ou nos ativos), afim de extrair a melhor rentabilidade a cada onda. Entrando quando o mercado está em baixa e saindo quando está em alta. Investir seu dinheiro em um ativo e esquecer que ele existe, esperando o rendimento no futuro, é a mesma coisa que pegar uma só onda e achar que ela nunca vai acabar e você vai surfa-la para sempre.

O acompanhamento da carteira periodicamente e o entendimento do cenário econômico são o que fazer a gestão ativa ser tão mais eficiente.

Gestão ativa é usar a volatilidade do mercado a seu favor, trocando de ativo quando este não é o mais indicado para o momento, e se posicionando em outro que está barato e poderá ter uma valorização a frente.

Vejo muito isso na renda fixa, principalmente no tesouro direto. Comprar um título com vencimento daqui a alguns anos pela melhor taxa hoje e esquecer. Isso pode até funcionar para os “Poupanceiros”, mas com a gestão ativa, é possível ter ganhos como o de ações, no mesmo período.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Gostou? Quer saber mais sobre a gestão ativa? Vamos falar desse assunto em outra matéria específica.

Tudo a seu tempo!

Tudo leva tempo. A vida leva tempo. A natureza leva tempo. Bons rendimentos levam tempo.

Você não planta uma árvore hoje e espera que ela dê sombra e frutos amanhã, certo?

Com investimentos é a mesma coisa. Os grandes investidores e também os mais bem-sucedidos, fizeram fortuna durante uma vida toda. Sem pressa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Claro que há exceções, mas a verdadeira fortuna é feita dia a dia, mês a mês, investindo o dinheiro novo poupado e reinvestido os lucros no decorrer do tempo, em espiral, retroalimentando, deixando a mágica dos juros compostos agir a seu favor.

Resiliência e Paciência são a tônica aqui

Todo mundo quer o seu dinheiro!

Proteja-se com informação.

Como sempre digo, não há nada de errado em quererem o seu dinheiro, desde que em troca haja algum produto ou serviço com real valor agregado e que você tenha plena consciência do que está fazendo. Que a transação comercial seja satisfatória para ambos os lados.

A ideia aqui é promover o contrário ao consenso de que quem decide o que fazer com o seu dinheiro deve ser alguém acostumado a lidar com ele. Desconfie.

Assuma as rédeas da sua saúde financeira, as instituições financeiras são e devem ser apenas intermediadores de produtos que são um meio de fazer seu dinheiro crescer, e não gestores dele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Cabe a você ter o conhecimento ou contratar um profissional isento para lhe auxiliar a planejar e investir seu suado dinheiro. E sempre, desconfie….


Ricardo Quintas é formado em Processamento de dados pela Universidade Mackenzie e pós graduado em Gestão Estratégica de TI pela FIAP.
Sócio-diretor da empresa AVVALL – Cloud Tax Innovations, integradora de sistemas fiscais de classe mundial. Paralelamente atua como educador financeiro, ajudando a dissiminar a educação financeira pessoal e empresarial pelo Brasil; é investidor do mercado financeiro desde 2007 e produz conteúdo da sua newsletter semanal sobre educação financeira e boas ideias de investimentos chamada: www.todomundoqueroseudinheiro.com.br

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

doze − onze =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend