O despreparo da Mobilidade

Brasília contínua despreparada na Mobilidade e Acessibilidade, mesmo já completando 6 meses de uma nova gestão de governo

Nada do que havíamos imaginado de melhorias e acertos estão sendo praticados, a não ser, ações da visagem e as medidas paliativas e temporárias para o engodo ao povo e o falso impacto aos nossos visitantes da Capital do Brasil.

Continua o crescimento desordenado e inchaço nas diversas regiões administrativas do Distrito Federal, sem o cumprimento das leis, legislação pertinentes, e normas técnicas, culminando com a total ausência de fiscalização dos órgãos gestores responsáveis por fazer fluir e assegurar o direito de ir e vir do cidadão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Continuam super protegidos e no frescor de seus gabinetes os gestores e técnicos e também seus comandados.

Continuam as indicações políticas e das amizades influentes dos importantes cargos técnicos no GDF, principalmente e essencialmente das consideradas pastas dos chamados serviços essenciais,tais como, Transportes, Trânsito, Segurança Pública, Educação e Ensino.

Mobilidade e Acessibilidade determina e qualifica a vida de qualquer cidade mundialmente falando, tanto na vida sócio econômico, quanto no desenvolvimento e planejamento estratégico.

Porque os nossos governantes não querem fazer os deveres de casa e cumprirem com suas promessas eleitoreiras? Sem a Mobilidade Urbana e Acessibilidade qualquer cidade para, estrangula, e vira o caus, trazendo o descontentamento da população e a ineficiência da gestão pública.

Brasília DF, a Capital do Brasil por onde deveria servir de modelo e exemplo, até porque é aqui que tudo começa no poder público, acaba em ser apontada como uma das mais ineficientes Capitais brasileiras na Mobilidade Urbana e Acessibilidade Urbana, não por falta de profissionais técnicos e gestores disponíveis no mercado de trabalho das áreas operacionais, mais pelas diversas formas de como o governo vêm fazendo as nomeações e contratações nessas áreas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

O cidadão que reside em Brasília DF contínua chegando atrasado em suas rotinas diárias, sejam elas quais forem.

Quem depende de transportes públicos para os seus deslocamentos ao saírem e voltarem de seus destinos,continuam sendo lesados em seus direitos, além de se levantarem cada dia mais cedo para se dirigirem a parada dos ônibus no relento, sem nenhuma presença da Segurança Pública e Iluminação Pública já pagas em seus recolhimentos de impostos e tributos, é comprovada a ineficiência.

No trânsito continuam os constantes engarrafamentos e sem um ordenamento dos agentes públicos e fiscalização,e notório a falta de orientação nas rotas e alternativas de fluxo do trânsito e transportes, principalmente nos horários de picos, indo e vindo de afazeres.

Não se percebe mais nas ruas e avenidas da cidade de Brasília DF a presença de agentes de trânsito com a prática do apito na boca com os silvos breves e longos chamando a atenção dos condutores de veículos e transeuntes em uma constante operalização, são encontrados sempre em luxuosas viaturas estacionadas em calçadas e canteiros centrais públicos dando um mau exemplo, com vidros de películas escuras levantados e suas guarnições e equipes no ar condicionado ligados, e seus celulares operacionais conectados na internet falando as redes sociais e assistindo sabe-se lá oque.

Na acessibilidade o povo jamais pode contar com o poder público em Brasília DF, faltam os equipamentos públicos de infraestrutura tais como, calçadas, abrigo de passageiros de transportes, banheiros públicos, botoeiras nas travessias de pedestres com os rebaixamentos e pisos apropriados para acessibilidade, inclusive a serviço da população com deficiência física e portadores de necessidades especiais.

O pedestre não tem direito algum em Brasília DF,a máquina governamental recolhendo e arrecadando sempre a todo custo os impostos e tributos, mais executar a fiscalização e gestão no planejamento e execução,nada. Saí governo e entra governo e Brasília DF sempre a mesma na Mobilidade Urbana e Acessibilidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Fazer como o outro, governador,respeite o povo!

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

onze − nove =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend