SOS- DF Destrava Brasília, já nasce travado na Mobilidade

O governador de Brasília DF Ibanes Rocha (MDB) lançou na última sexta feira (15) o projeto SOS-DF Destrava Brasília

O que acontece é que o governador Ibanes Rocha, vem desde seus primeiros dias de governo demostrando suas boas intenções em acertar, porém integrantes do governo estão negligenciando tecnicamente e provocando freadas e engates de marcha ré em diversos momentos, para os brasilienses que apostaram no novo está ficando bem claro a prática antiga da maquiagem borrada.

Ibanes vem sendo traído pela incompetência de alguns integrantes em sua equipe de governo, para se ter uma ideia, uma falha técnica de extrema importância no “Destrava” foi detectado por este colunista. A ausência das normas que determinam as obrigatoriedades dos Relatórios de Impactos de Trânsito e Transportes, sejam de passageiros ou de cargas ficaram de fora e mais uma vez a mobilidade foi esquecida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Os governos e gestores anteriores já não estavam praticando, e agora observarmos que o novo governo também não quer praticar o certo tecnicamente falando.

O governador lançou o projeto SOS Destrava Brasília sem sequer mencionar o RIT (Relatório de Impacto de Trânsito), como se liberar um alvará de construção de empreendimentos imobiliários sem avaliar o RIT não tivesse a menor importância. Afinal, qualquer leigo sabe que empreendimentos imobiliários tem impacto direto no trânsito de qualquer região.

Pois bem, este técnico e colunista especializado na Mobilidade Urbana procurou os secretários das pastas afins, de Urbanismo e Mobilidade Urbana, Mateus Leandro de Oliveira e Valter Casimiro Silveira para tratar do assunto ausente no projeto, mas não obteve resposta.

Para este colunista, fica bem nítido que a equipe do governo não formulou tecnicamente o Destrava na parte que tange a Mobilidade. O projeto apresentado pelo governador não esta atento às necessidades técnicas das legislações de trânsito, e ao invés de destravarem Brasília, irão desta forma travar mais ainda a já combalida mobilidade urbana do DF, trazendo assim maiores polos geradores de impactos de trânsito e transportes na Capital da República sem o devido reparo técnico.

Da forma como o governador vem sendo subsidiado em seus projetos e programas na área de mobilidade bem se vê a falta de respaldo técnico, e o governo acaba sofrendo desgastes, a exemplo, os arranhões com o projeto enviado à Câmara Distrital sobre o PL do passe livre estudantil e a gratuidade. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Agora a liberação dos alvarás de construções para empreendimentos sem a obrigatoriedade dos Relatórios de Impactos no Trânsito e nos Transportes, sejam de passageiros ou de cargas vai travar ainda mais o DF.

Mais uma vez Brasília terá de esperar pacientemente os devidos reparos técnicos no projetos apresentados pelo novo governo.

Atenção Brasília! Te vejo no engarrafamento!

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezenove − dezessete =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend