Mobilidade: Transporte Alternativo

O transporte alternativo é uma maneira de se locomover, usando um meio diferente das formas convencionais. A bicicleta é um dos exemplos mais populares de transporte alternativo e também sustentável e saudável.  Outros tipos de transportes alternativos são aqueles que contribuem com a mobilidade urbana de uma cidade e que podem ser usados sobre trilhos, na água, por cabos, sobre rodas ou mesmo a pé.

Muitos desses meios são projetados para amenizar o trânsito e também diminuir os efeitos negativos das horas que os cidadãos passam dentro de um ônibus sem conforto.

Bicicletas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em alguns lugares, ela é usada porque é mais barata, como no interior do Brasil, em países como a Índia e China. Outras pessoas escolhem andar de bicicleta por uma questão ideológica, porque elas não agridem o meio ambiente e não causam tantos transtornos quanto os carros. Por esse último motivo, a Holanda adotou a bicicleta como principal transporte. O trânsito nas grandes cidades holandesas é todo adaptado para atender aos ciclistas. As ciclovias são priorizadas, o que garante a segurança de todos. O número de bicicletas circulando ou estacionadas em Amsterdã, por exemplo, é impressionante, e por isso os donos devem prezar pela segurança, colocando correntes e cadeados fortes para evitar roubos.

Diferentemente, os brasileiros não têm a mesma estrutura para usá-las; esse é o maior motivo para que ela não seja tão popular nos grandes centros urbanos do país. Os que tentam se transportar com as bicicletas enfrentam dificuldades: não há espaço destinado a elas, muitas vezes os ciclistas disputam com os carros, o que pode provocar graves acidentes.

A geografia de muitas regiões do Brasil dificulta esse transporte, cidades muito acidentadas são um empecilho para quem resolve pedalar. O clima quente também serve de desculpa para alguns, que acham desconfortável chegar aos lugares suados, por causa do esforço físico que se faz ao andar alguns quilômetros debaixo do sol.

Bicicletas Alugadas

Bicicletas no Bicicletário

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

A utilização de bicicletas como meio de transporte é cada vez mais frequente em cidades grandes, pois elas contribuem para a redução da poluição, quantidade de automóveis nas ruas, consequentemente diminui os congestionamentos e ainda, ajuda a população a ter uma vida saudável com a prática de exercícios.

Em São Paulo, por exemplo, através do projeto Bike Sampa, com a empresa Mobilicidade, foi feita uma parceria entre o Banco Itaú, a Prefeitura de São Paulo e as empresas Serttel/Samba com o objetivo de oferecer ao cidadão bicicletas alugadas para dar voltas em um determinado período de tempo.

 Vantagens do Uso da Bicicleta

  1. Benefício para saúde e qualidade de vida, pois é uma ótima atividade física;
  2. É um tipo de transporte ecologicamente correto, porque não polui;
  3. É econômico porque não exige gastos com combustível ou passagem;
  4. É possível se locomover mais rápido, trata-se de uma opção para driblar o trânsito congestionado;
  5. Contribui para um trânsito com menos fluxo de carros;
  6. Ajuda a diminuir os engarrafamentos;
  7. Exige menos espaço para serem guardadas em relação aos carros, que necessitam de enormes áreas destinadas a estacionamentos;
  8. Possui baixo custo de manutenção.

 Desvantagens do Uso da Bicicleta

  1. Pode ser inseguro, principalmente em lugares onde não têm ciclovias;
  2. É mais fácil de ser roubada;
  3. É um transporte que exige força física, nos dias mais quentes os ciclistas chegam ao seu destino suados;
  4. Exige mais tempo: para chegar ao trabalho no horário certo, é preciso acordar cedo.

Aero móvel

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Aero móvel Trensurb O aero móvel faz parte de um projeto de mobilidade urbana antiga que pode ser utilizado como um transporte alternativo. O primeiro aero móvel em operação comercial no Brasil foi inaugurado no dia 10 de agosto de 2013 pela Trensurb, interligando o metrô ao Terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado Filho (RS) com duração de viagem de 2 minutos e 50 segundos.

Esses veículos são suspensos e movimentados através de ar e é um projeto de integração rápida entre os pontos específicos. Um dos benefícios desse meio de transporte é que ele poderá trafegar em uma via elevada e, portanto, não prejudicará o tráfego local.

Elevadores

Um dos elevadores que faz sucesso no Brasil e é utilizado para transportar pessoas de um ponto da cidade a outro é o Elevador Lacerda, localizado em Salvador. O local já se tornou um cartão-postal e ele realiza a ligação entre as cidades Baixa e Alta. O início de sua construção ocorreu em 1869, advinda da ideia de Antônio Lacerda. Hoje é um dos principais pontos turísticos da cidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Hídrico

Através do transporte hidroviário como as balsas e os catamarãs pode-se atravessar de uma cidade a outra em trechos cercados pelo mar, rios e lagos. Em Porto Alegre, por exemplo, desde 2011, realizam-se viagens entre Guaíba e Porto Alegre (RS). Outro exemplo, acontece no Rio de Janeiro, onde os catamarãs são responsáveis por fazer a travessia de pessoas que antes teriam que utilizar a ponte Rio-Niterói e passar por um grande engarrafamento. Esse transporte também é muito utilizado na Amazônia e em Salvador.

Monotrilho

Monotrilho de São Paulo

Os monotrilhos ou monocarril são trens que se movimentam através de um trilho/carril e utilizam uma energia limpa, pois não emitem gases poluentes para a atmosfera. É de baixo custo, silencioso e um dos meios utilizados como transporte alternativo de massa. Não é necessário a utilização de operadores, pois sua navegação é feita por meio de um sistema de comunicação computadorizado.

Existem dois tipos de monotrilhos: suspensos, quando eles são sustentados pelos trilho/carril e outro com rodas que são inseridas dentro do carril. Um dos primeiros no Brasil foi o de Poços de Caldas, cidade turística de Minas Gerais, em 1991, em fase de testes, passou por problemas de segurança, voltou a funcionar em 2000, onde descarrilou em uma curva onde os passageiros tiveram que ser resgatados pelo Corpo de Bombeiros. Em 2003, parte de sua estrutura desabou e depois disso foi desativado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Houve outra tentativa de construção na cidade do Rio de Janeiro, na Barra Shopping, em 1996, mas tornou-se ineficiente devido aos altos custos gerados aos clientes.

Em 2012, foi autorizada a Licença Ambiental de instalação do primeiro trecho de monotrilho em São Paulo, a Linha 17-Ouro, entre o Aeroporto de Congonhas e os bairros de Jabaquara e Morumbi. No dia 30 de agosto de 2014 foi aberto para fase de testes, sendo um trem com sete carros e capacidade para levar até mil pessoas.

Na Alemanha, na cidade de Wuppertal, está localizado um dos mais antigos monotrilhos do mundo (1898 a 1901).

Teleférico

Teleférico Complexo do Alemão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Os teleféricos são responsáveis por apresentar uma paisagem privilegiada do local para os passageiros e normalmente, são um meio de transporte utilizado em locais como montanhas e florestas.

Um dos primeiros transportes de massa através de cabos no Brasil é o Teleférico do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Ele foi lançado em 2011 e contribuiu com a locomoção da população. Já transportou em um dia 13 mil passageiros. Esse teleférico é integrado ao sistema ferroviário e em cada gôndola tem capacidade para 8 passageiros. Os moradores do Alemão tem direito a algumas passagens gratuitas por dia, mas para visitantes que contém o bilhete único, cartão expresso, riocard ou vale-transporte, é cobrada uma pequena tarifa.

Outro teleférico popular é o bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, inaugurado em 1912 e que funciona como uma atração turística da cidade. Ele tem capacidade para transportar 65 passageiros em cada viagem indo da Praia Vermelha até o Morro da Urca, e do Morro da Urca até o Pão de Açúcar. Foi o terceiro do mundo a ser construído, já existiam dois no mundo no Monte Ulia, na Espanha e o Wetterhorn, na Suíça.

Outros Tipos de Transporte Alternativo

Andar a pé também pode ser um tipo de transporte alternativo econômico. Em São Paulo, por exemplo, existem projetos e movimentos coletivos que incentivam as pessoas a caminhar, conhecer a sua cidade e os outros moradores. Um dos benefícios desse transporte é evitar problemas de estresse e poluição.

Além desta opção, existem as vans, kombis e micro-ônibus que transportam o passageiro ao seu destino, porém são vans de passeio, alugadas. Algumas ainda fazem parte do sistema de transporte, mas devem estar devidamente cadastradas em órgão específico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

2 × 3 =

BDF na Rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE