Mobilidade: Transporte Ferroviário

Efetuado por meio de uma locomotiva que anda através de uma via férrea. Desde o século XIX, a construção de ferrovias é sinônimo de crescimento econômico.

Durante a Revolução Industrial, elas foram muito importantes para expansão da indústria e o desenvolvimento de toda Europa. Nos Estados Unidos, a conquista do oeste se deu a partir da construção dessas vias, que levavam os grandes empresários e mercadorias para o lado inóspito do país.

No século XVII, era utilizada a tração animal para a movimentação de cargas através dos trilhos. Para substituir esse método de tração, Richard Trevithick tentou criar uma máquina a vapor, mas não teve muito sucesso, pois seu veículo era incapaz de subir rampas pequenas e não havia aderência. Pode-se dizer que a primeira locomotiva a vapor com rodas foi criada pela Middleton Railway, na Inglaterra. Mas, a que teve maior sucesso foi a locomotiva inventada por George Stephenson e apresentada em 1814. Os primeiros trens serviam as minas de carvão, era um transporte ainda lento que começou a servir para outros fins. Movido a vapor, a energia era transformada a partir da queima de carvão mineral. A tecnologia foi substituída, mas ainda existiam as locomotivas a diesel e elétricas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Entre 1940 e 1960 houve um declínio na instalação das ferrovias, muitas foram desativadas, devido a expansão das rodovias. Porém, na década de 70, houve um novo investimento nesse meio de transporte, com o desenvolvimento de trens modernos, o metrô e outros veículos.

 

Transporte Ferroviário no Brasil

A primeira ferrovia construída no Brasil foi em 1845 no Rio de Janeiro e tinha 14,5 km, por meio do Barão de Mauá. Ela foi inaugurada em 1854 e posteriormente prolongada. Ao longo das décadas seguintes o país foi recebendo investimentos em ferrovias, mas durante o governo de Juscelino Kubitschek, o país começou a investir nas rodovias. Além disso, várias empresas ferroviárias faliram pela má gestão e administração dos bens.

Em 1957 foi criado um sistema que unificou as ferrovias. O Brasil já teve milhares de quilômetros de ferrovias, mas o transporte ferroviário foi bastante negligenciado. Com uma infraestrutura antiga, falta de renovação tecnológica, é um dos meios inviáveis no território nacional. O governo investiu na malha rodoviária, pavimentou estradas e abriu mercado para as concessionárias internacionais, o que explica a maior eficácia dos transportes rodoviários no país. Uma das principais ferrovias atualmente é a Norte-Sul, que faz parte das obras do PAC.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Atualmente as ferrovias são usadas principalmente para o transporte de cargas como minério de ferro, grãos, carvão mineral, adubos e derivados do petróleo.

Vantagens:

Cômodo, rápido, seguro;

Polui menos.

Desvantagens:

Instalação e manutenção caras.

 

Evolução do Transporte Ferroviário

Caçambas (600 a.C.)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Surgiram em 600 a.C., na Grécia, os primeiros veículos que poderiam andar sobre trilhos arrastados por animais. Foi utilizado para deslocamento de cargas como pedras e alimentos.

Locomotiva (1812)

Foi criada em 1812, a primeira locomotiva a vapor pela empresa Middleton Railway. A partir dela, foi iniciada a construção de rodovias e novas locomotivas pelo mundo. No século XIX, o trem foi a sensação. Após muitas tentativas de diversos cientistas para criá-lo, o inglês George Stephenson foi considerado o inventor do primeiro transporte ferroviário da história.

Os primeiros trens não eram muito velozes, viajavam a uma velocidade de aproximadamente 45Km/h, o que tornava as viagens inseguras, por causa dos roubos aos vagões. Com o passar do tempo, a maria-fumaça, como era conhecido o transporte ferroviário a vapor, foi se modificando e no fim do século era o meio mais moderno usado para transportar pessoas e mercadorias de forma eficiente no mundo todo.

Metrô (1863)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O primeiro metrô do mundo foi inaugurado em janeiro de 1863. A primeira linha foi chamada de Metropolitan Line, e ele circulava debaixo da terra. Apesar de atingir poucos metrôs, ele fazia muito barulho, causando muita poluição.

Trem-bala (1964)

Em 1964, foi criado pelo governo do Japão, o primeiro trem-bala, chamado de Shinkansen, ultrapassava a velocidade de 200 km/hora. Levava quatro horas para levar passageiros de Tóquio até Osaka.

Hyperloop(2013)

Sistema criado em 2013, faz parte de um projeto futurístico do empreendedor Elon Musk, que pretende revolucionar o conceito de meio de transporte. Velocidade e muitos quilômetros em poucos minutos. Já imaginou como seria viajar de Belo Horizonte a São Paulo em meia hora? Musk acredita que seja possível com um investimento no valor de US$ 7 bilhões, cedido por investidores de todo o mundo, além da autorização de autoridades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O hyperloop é basicamente um sistema de túneis que ligaria, a princípio, as cidades de Los Angeles e São Francisco, onde cápsulas preparadas percorreriam altíssimas velocidades. Essas cápsulas se comportariam como discos em uma mesa de hóquei, podendo atingir uma velocidade de até 1.200 km/h.

Os tubos seriam de baixa pressão e a cápsula flutuaria sobre um fluxo constante de ar pressurizado. O consumo de energia seria baixíssimo, barateando custo de manutenção e de passagens. Outro desafio para Elon Musk seria minimizar os efeitos da velocidade no corpo humano, como náuseas e enjoos.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

5 × um =

BDF na Rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend