Feito da Índia colocou em risco a Estação Espacial Internacional

Agências Espaciais alertam que detritos produzidos pela Índia – ao conseguir abater  um satélite em órbita – colocam em risco a Estação Espacial Internacional

O Fato – Na semana passada, a Índia anunciou o sucesso da Missão Shakti: destruir um satélite na órbita da Terra com um  míssil. Contudo, centenas de partículas ejetadas pela explosão representam riscos à Estação Espacial Internacional.

A Notícia – A Índia se tornou o quarto país a derrubar um satélite com um míssil lançado a partir da Terra. Os EUA e a Rússia fizeram isso na década de 1980, já a China realizou seu primeiro teste bem-sucedido em 2007.  Se trata de uma corrida tecnológica, não declarada, para anular a comunicação, via satélite, em caso de guerra. As consequências do teste foram condenadas pelas Agências Espaciais, principalmente, pela NASA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Porque isso é importante –  A Índia aumentou o crescente problema do lixo espacial. A órbita do planeta está carregada de lixo espacial existente há décadas, o que já é um perigo para atividades na exosfera terrestre. Segundo a Nasa, com a explosão da semana passada, o lixo espacial ganhou mais 400 fragmentos, dos quais 60 são peças rastreáveis ​​com pelo menos 10 centímetros de tamanho.  O satélite foi destruído em uma altitude razoavelmente baixa de 300 quilômetros, mas alguns destroços alcançaram um ponto mais alto do que o da ISS, que orbita a uma altitude de 408 quilômetros.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezoito − dezessete =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend