Prisões dos EUA gravam os detentos para formar um gigante banco de dados de reconhecimento de voz

As autoridades estão adquirindo tecnologia para extrair e digitalizar as vozes de presos em assinaturas biométricas únicas, conhecidas como impressões de voz. A informação é do Intercept

O Fato – Prisões nos EUA estão construindo bancos de dados biométricos que incluem o reconhecimento de centenas de milhares de “impressões de voz” de indivíduos.

A Notícia – Prisões em Nova York, Texas, Flórida, Arkansas e Arizona confirmaram que estão usando a tecnologia para melhorar a segurança e combater fraudes. A tecnologia gera uma identificação única para cada voz, como se fosse uma impressão digital.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Porque isso importa – Os desenvolvedores usaram U$ 50 milhões dos recursos do Departamento de Defesa americano destinados a identificar chamadas feitas por supostos terroristas e suspeitos de crimes. Os encarcerados estão sendo convidados e ceder amostras para o Sistema de Vigilância de Voz. O sistema faz “mineração” das vozes em qualquer ambiente. Bom contra os criminosos, apenas contra criminosos.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

3 × três =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend