Espetáculo no céu: Lua atinge ponto máximo de aproximação esta noite

Percepção do tamanho da Superlua em relação à Lua Cheia. Fonte: Nasa

Às 22hs é o melhor momento para ver que a Lua estará maior e mais brilhante do que o habitual. É a terceira e última superlua Cheia do ano

O fato –  Hoje a noite, o satélite da Terra atinge seu ponto mais próximo do planeta. O fenômeno é chamado perigeu e vai fazer com que a Lua seja vista até 14% maior e 30% mais brilhante que o normal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A Notícia – Neste ano, já tivemos duas superluas: uma em 21 de janeiro (Lua de Sangue) e outra em 19 de fevereiro. A órbita completa da Lua em torno da Terra ocorre a cada 27,3 dias. Como a Lua gira em uma  trajetória elíptica, hoje a noite ela estará “apenas” a 358 mil quilômetros de distância. De acordo com a Nasa, o melhor horário para observar o fenômeno é a partir das 22h.

Porque isso é importante – O assunto esteve, hoje, entre os trends topics do Google, revelando que as pessoas se interessam pelo fenômeno – que coincide com a chegada do outono no hemisfério sul. As nuvens podem atrapalhar a exibição do espetáculo lunar. Para assistir à superlua basta procurá-la ao leste. A Lua Cheia  afeta apenas a tábua das marés. Superlua não é um termo da astronomia e seu uso está associado com a astrologia. O evento foi batizado pelo astrólogo Richard Nolle (@rnolle), em 1979. Hoje, pelo Twitter, Nolle contestou que seja a última superlua do ano. “É a última completa. Mas teremos nova sequência no verão [do hemisfério norte]”, disse se referindo à faixa de distância  entre a Lua e a Terra que ele próprio estipulou como sendo supermoon.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

vinte − dezessete =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend