Uber destaca funções de segurança no app a mulheres no carnaval

O app de viagens compartilhadas tem recursos de segurança que atendem especialmente as mulheres

O Fato –  Aplicativos de viagens compartilhadas destacam recursos para coibir o assédio a mulheres durante o Carnaval. Seja do passageiro à condutora ou do motorista à passageira – o que é caso mais frequente.

A Notícia – Assédio sexual tem sido um pesadelo para a gigante do  aplicativo de viagens compartilhadas. Além dos casos judiciais em sua sede, nos EUA, que, em 2017,  levaram o dono Travis Kalanick à saída da empresa, as ocorrências dentro dos veículos habilitados pela companhia, também, ganharam volume ao redor do mundo, inclusive, no Brasil. Por isso, a Uber aprimora  as ferramentas de alerta. A Central de Segurança é a área no app dedicada à proteção do usuário. Lá você encontra: Contatos de Confiança,  função que compartilha em tempo real o status da sua viagem com a família e amigos. E o Botão “Ligar para a Polícia” que ao ser acionado numa situação de emergência entra em contato, diretamente, com as autoridades policiais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Porque isso importa –  No Brasil, cerca de 85% das mulheres têm receio de sofrer violência sexual. O país  ocupa o quinto lugar no ranking mundial que mede as taxas de feminicídio. No carnaval, as mulheres se sentem mais vulneráveis. Veja na sua cidade se estão disponíveis serviços que usam apenas condutoras, como o Yet GO, Lady Driver, FemiTaxi, Venuxx. Femini Drive e DivasFor.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

19 − nove =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend