Campus Party, em São Paulo, troca o perfil nerd pelo business

Campus Party, em São Paulo, troca o perfil nerd pelo business

A 12a. edição do principal evento tecnológico do Brasil acentua assuntos sobre carreiras e negócios. O fundador do Waze Uri Levine estará presente

A Campus Party, famosa por ser um camping de aficionados por computação e games, vai até dia 17, domingo. As 12 mil vagas para acampar, no pavilhão do Expo Center Norte, se esgotaram antes da abertura do evento, dia 11 último.

Neste ano, os organizadores abriram espaço para que os 130 mil visitantes acompanhem assuntos além dos temas ligados a entretenimento digital, ciência, criatividade e inovação. Inauguraram o Campus Jobs, que fica na área gratuita, e é um ambiente para troca de experiências entre profissionais e empreendedores da área tecnológica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O movimento que começou como contracultura, no final dos anos 2000, agora está plenamente incorporado às necessidades de mercado. Mesmo assim, continua provocador e traz temas que vão mudar hábitos e profissões, como Internet das Coisas, Blockchain e até um assunto pouco conhecido como o Biohacking – pra quem não sabe é a prática de misturar biologia com a chamada ética hacker – e que difunde a ideia de mudar a condição humana por meio da tecnologia. O workshop deste tema será de Flávia Lippi, a biohacker mais experiente do Brasil.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

sete + oito =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend