Honda registra HR-V reestilizado no Brasil

Honda

Crossover facelift deve ser lançado ainda em 2018 no país; fabricante também registrou o sedã Amaze

A Honda registrou no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) algumas peças que compõem o facelift do HR-V. A primeira reforma do crossover é esperada para o segundo semestre de 2018 e deve aparecer até o Salão do Automóvel, em novembro. A marca japonesa também registrou o sedã oriental Amaze no Brasil, porém, o modelo luta pela mesma fatia do City e não tem tantas chances no nosso mercado.

Se o carro de abertura aponta como é um HR-V completo (a foto é do recém-apresentado HR-V RS australiano), o visual dos modelos brasileiros mais baratos deve ser exatamente como na imagem logo a seguir. A foto faz parte de um material de apresentação e foi vazada recentemente na internet. As peças registradas no INPI são exatamentes as mesmas utilizadas no carro acima, com destaque para os faróis mais parecidos com os do novo Civic e com leds de rodagem diurnos.

Honda HR-V reestilizado básico deve ser assim no brasil. Foto: reprodução
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Pelo que indicam as peças como grade, faróis e para-choque dianteiro, o estilo da reforma será mais parecido com a nova linha australiana (foto de abertura) e japonesa, sem o arrojo dos modelos chineses. Os faróis de leds são mais comuns no exterior, mas aqui devem continuar restritos aos HR-V mais caros – atualmente são oferecidos apenas no top Touring.

Patentes Honda HR-V 2019. Foto: Reprodução/INPI

Vão mudar detalhes da grade e os faróis de neblina terão molduras um pouco maiores. Os faróis também se tornam mais arrojados e têm elementos internos novos, sem mudar o recorte, contudo. Se não vão contar com iluminação totalmente de leds, pelo menos os HR-V mais baratos terão leds de rodagem diurnas integrados aos faróis principais.

Patentes Honda HR-V 2019. Foto: Reprodução/INPI

Se a frente segue o facelift aplicado no Japão, Oceania e Sudeste Asiático, a traseira também deve ser semelhante aos modelos destes países. O HR-V reformado abaixo é o modelo criado para a Tailândia e tem um estilo mais parecido com o futuro nacional. Pelo visto, o conjunto bem mais arrojado de lanternas unidas aplicada no XR-V (versão chinesa do modelo) será vendido somente no mercado chinês. Esperamos que as lanternas de leds sejam aplicadas em outras versões e não apenas nas configurações mais caras.

Traseira do HR-V reestilizado da Tailândia deve servir de base para o brasileiro. Foto: divulgação

Ainda não sabemos sobre possíveis mudanças mecânicas, porém, o que apuramos é que o HR-V vai manter sua base de motor 1.8 e câmbio CVT (o manual pode continuar como opção, mas praticamente não existe no mercado). Motor turbo só em uma nova geração do crossover, tal como ocorrerá com o Fit e família.

BDF na Rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE