Siga o Jornal de Brasília

Sexy Night

O Ponto G masculino

Publicado

em

Ponto G masculino

Por Luísa Miranda

É fácil saber o que um homem gosta, certo? Longe disso. Sabemos o que é bom ou ruim pelo que nos contaram por aí. A pornografia, os filmes, os mitos e tabus…. são alguns dos responsáveis pelo que consideramos “normal” sexualmente. Mas lembra que em um dos textos anteriores eu comentei sobre o quanto somos influenciados pela cultura, valores sociais, religiosos e familiares? Pois é. Falar sobre prazer também é falar sobre todas essas coisas.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O ponto G é um grande tabu, principalmente por associarmos homo afetividade ao prazer e satisfação anal. Mas existem gays que não gostam desse estímulo, e ai? E no caso das mulheres, como seria essa relação com o sexo anal? Percebe que se invertermos a lógica não faz sentido? Isso porque essa prática sexual esta longe de limitar as pessoas. Contudo, a falta de respeito e empatia, faz com que isso seja pior do que deveria. E você sabe porquê?

Na sociedade em que vivemos, o nosso processo de aprendizagem acontece por imitação, repetição, exemplos, dentre outros comportamentos que podem ser ditos ou não e que podem reforçar e manter alguma dessas condutas. Ficou confuso? Para explicar melhor, vou usa a novela como exemplo. Quantas pessoas você conhece que assistem e gostam de novela? Já percebeu que depois de algum tempo elas pode reproduzir as gírias, roupas, maquiagens, valores e atitudes? Justamente. Ela aprendeu e internalizou alguns novos comportamentos e os colocará em prática quando puder. Isso acontece com as novelas, jornais, filmes… desenhos, por isso precisamos tanto nos atentar sobre o que vemos e ouvimos.

Ou seja, tudo o que nós somos hoje tem a ver com o que o contexto social “impõe” para nós. Como nos enxergamos, pensamos e agimos está diretamente relacionado a isso.  O que significa que ser homem ou mulher é uma construção e não está ligado apenas ao órgão genital, mas a como nos percebemos. Então o homem pode se permitir e ter prazer de outras formas e não ser gay? Com certeza. Lembrando que ser gay está vinculado ao fato de se ter desejo e afeto pela pessoa do mesmo sexo e não gostar ou desgostar de estímulo anal.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A próstata, conhecida como ponto G, pode ser acariciada através do períneo, ou seja, não há uma obrigatoriedade de penetração anal para que se possa sentir um prazer maior, e ainda sim grande parte dos homens morrem de receio. Sendo assim: HOMENS, VOCÊS NÃO VÃO SE TORNAR GAYS CASO GOSTEM, OK? Não funciona dessa forma.  Portanto, fiquem tranquilos, relaxem, permita-se e sejam muito felizes. E claro, muito respeito, diálogo e autoconhecimento para todos vocês. E não se esqueçam da boa e velha camisinha.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *